21:46 17 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Condado de  Cornualha no sudoeste do Reino Unido

    Cientistas britânicos encontram restos de continente desaparecido

    CC0 / Pixabay
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    342

    Cientistas da Universidade de Plymouth (Reino Unido) determinaram que o atual território continental britânico se formou em resultado da fusão de três massas terrestres há milhões de anos, diz um estudo publicado na revista Nature Communications.

    Até agora se acreditava que a atual Inglaterra, Países de Gales e Escócia surgiram em resultado da fusão do antigo microcontinente Avalônia com uma massa de terra que se desprendeu da Laurência, também conhecido como cratão norte-americano, mais de 400 milhões de anos atrás.

    Porém, os autores do novo estudo afirmam que a Armórica, um antigo continente situado na parte noroeste da atual França também fez parte da formação do atual território continental britânico. 

    A conclusão dos cientistas se baseia nos resultados de análises feitas às rochas vulcânicas com 300 milhões de anos, encontradas no extremo sudoeste da Inglaterra. Após comparar seus resultados com outros estudos, os especialistas descobriram que estas rochas têm as mesmas características que as localizadas no noroeste da França, características que não são tão evidentes no resto do Reino Unido.

    Mapa mostrando como, segundo os pesquisadores, as ilhas Britânicas poderiam ter sido formadas
    Mapa mostrando como, segundo os pesquisadores, as ilhas Britânicas poderiam ter sido formadas

    "Sempre soubemos que, há cerca de 10 mil anos, podíamos caminhar da Inglaterra até a França", disse o autor da pesquisa Arjan Dijkstra, citado pelo The Guardian. "Mas nossos achados mostram que, milhões de anos antes disso, os laços entre os dois territórios seriam ainda mais fortes", sublinhou.

    Mais:

    Terra vista do céu: blogueiros enviam câmera para estratosfera (VÍDEO)
    Criovulcanismo na Terra: revelado mistério do surgimento da cratera siberiana
    Tags:
    continente, descoberta, Escócia, País de Gales, Reino Unido, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik