08:47 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Facebook

    Facebook suspende contrato com mais uma empresa por suspeita de vazamento de dados

    © Sputnik / Natalia Seliverstova
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 10

    O Facebook suspendeu a cooperação com a empresa Crimson Hexagon. A rede social teme que os contratos da empresa com o governo dos EUA para coletar e analisar dados públicos dos usuários violem suas políticas, informou a mídia local.

    A rede social foi investigada este ano depois de uma empresa britânica, a Cambridge Analytica, ter coletado detalhes privados de milhões de usuários do Facebook para perfis políticos.

    O Facebook disse ao Wall Street Journal que suspenderia os aplicativos da empresa Crimson Hexagon, aguardando uma investigação sobre como a empresa de Houston coletava compartilhava e armazenava dados de usuários.

    De acordo com o jornal, a Crimson Hexagon fechou contratos ao longo dos anos com o Departamento de Segurança Interna dos EUA, incluindo sua Agência de Gerenciamento de Emergências e o Serviço Secreto, bem como com organizações sem fins lucrativos russas. Alguns dos contatos não foram aprovados pelo Facebook antecipadamente.

    O Facebook enfrentou duras críticas depois da divulgação em março de que dados pessoais de cerca de 50 milhões de usuários haviam sido coletados pela empresa de consultoria britânica Cambridge Analytica. As informações foram supostamente usadas para ajudar a direcionar a publicidade política em todo o mundo. No início de abril, o Facebook estimou o número de usuários afetados em cerca de 87 milhões.

    O escândalo em torno da violação do uso de dados provocou investigações nos Estados Unidos e no Reino Unido.

    Mais:

    TSE assina memorando com Facebook e Google contra fake news no período eleitoral
    'Facebook sabe mais sobre nós que nosso melhor amigo, marido ou esposa'
    Nova função do Facebook gera absurdo nos comentários e perplexidade de internautas
    Mídia: Facebook continuou informando empresas sobre usuários apesar de promessa de 2015
    Facebook teria concedido dados privados de usuários para Apple, Microsoft e muito mais
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik