22:37 18 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Imagem do hemisfério sul de Marte capturada pela NASA (foto de arquivo)

    Pesquisadores russos encontram possível local da queda do módulo de descida da Mars-6

    © Foto: NASA
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    151

    Um grupo de entusiastas russos, usando imagens do satélite norte-americano Mars Reconnaissance Orbiter (MRO, sigla em inglês), encontrou o provável local onde o módulo de descida da estação interplanetária soviética Mars-6 (Marte-6, em português) caiu em Marte em 1973, informaram os autores da descoberta, Vitaly Egorov e Anton Gromov.

    Os resultados da simulação e cálculos indicam que o módulo supostamente caiu em uma cratera localizada na parte baixa do mar da Eritreia, no hemisfério sul do Planeta Vermelho.

    Os autores da descoberta observam que, para verificar a precisão dos cálculos, é preciso um estudo mais minucioso da localização da queda por meio de métodos de imagens de satélite de alta precisão. Para fazer isso, eles pretendem esperar por novas imagens da MRO, que será lançada pela NASA depois que a tempestade global de poeira terminar em Marte.

    A Mars-6 é uma estação interplanetária soviética lançada do Cosmódromo de Baikonur em 1973, no foguete Proton-K. Ela consistia de uma unidade migratória e um módulo de pouso – um veículo de descida. A unidade de voo estudou a composição e densidade da atmosfera, já o relevo de Marte determinou a temperatura de brilho da atmosfera e mediu o campo magnético. 

    O objetivo do veículo de descida era medir as características atmosféricas por altitude, a composição química da atmosfera, estudar rochas superficiais, obter as primeiras imagens da superfície de Marte e determinar as características mecânicas da camada superficial do solo. A estação orbital permaneceu no cinturão de asteroides, e o veículo de descida desdobrou o paraquedas e teve tempo de analisar a composição da atmosfera, mas no momento de ligar os motores do freio, a comunicação com ele foi interrompida.

    A causa exata do acidente é desconhecida. Essa estação soviética, pela primeira vez na história, transmitiu dados sobre a composição química, pressão e temperatura da atmosfera marciana.

    Mais:

    FOTO de sonda da NASA revela mudanças drásticas na superfície de Marte
    Asteroide explode em Botsuana (VÍDEO)
    'Dunas fantasmas' poderiam ser prova de que Marte abrigou vida
    Tags:
    cratera, satélite, NASA, Marte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar