17:47 12 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Agente da Unidade Especial de Polícia da Guarda Nacional russa

    Ministério do Interior da Rússia apresenta novo equipamento de proteção (VÍDEO)

    © Sputnik / Nikolay Hiznyak
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 71

    O Ministério do Interior e a Guarda Nacional da Rússia revelaram um novo equipamento de proteção com um toque ofensivo: um escudo antimotim eletrificado.

    O novo equipamento de proteção para forças de segurança foi apresentado em 25 de maio, no Dia das Tecnologias Avançadas para Forças de Segurança em Balashikha, cidade próxima de Moscou.

    O escudo, apelidado de Skala (rocha, em português), oferece proteção proporcional como a de um escudo antimotim padrão. No entanto, seu material transparente está ligado a condutores de eletricidade. No lado interno, há um botão que permite que o policial use o dispositivo para desferir um choque em um desordeiro que empurre o escudo.

    O escudo da Mart Group, empresa especializada em fabricar equipamentos não letais, está disponível em duas versões. Uma versão possui um aparelho de eletrochoque embutido que permite que o escudo seja transportado e manipulado com uma mão. A outra possui um aparelho de eletrochoque destacável, que possibilita que o policial agarre o escudo com ambas as mãos, mas retire e use o aparelho como uma arma de choque ou descarga elétrica quando necessário.

    O equipamento descarrega eletricidade somente quando o agente aperta um botão; portanto, os policiais serão capazes de cumprir as regras de engajamento.

    "Há regras de engajamento", disse um policial apresentando o escudo.

    "Se houver uma mulher grávida na minha frente ou um adolescente, é claro que não usarei o aparelho de eletrochoque", comentou.

    Além disso, o escudo tem a opção de vir com um revestimento auto-extinguível que protege os policiais de coquetéis Molotov.

    O escudo Skala passou em todos os testes e foi recomendado para o serviço, garantiram os especialistas em segurança, segundo a mídia russa. Espera-se que o escudo entre em serviço no final de 2018.

    Mais:

    Chefe da robótica chilena: 'Que sigam desenvolvendo tecnologia militar, mas fora da Terra'
    Empresas russas de tecnologia buscam entrar no mercado latino-americano
    Putin: países estrangeiros não criaram armas de alta tecnologia como a Rússia
    Tags:
    tecnologia, escudo, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik