16:05 21 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Sarcófago do rei Tutancâmon

    Revelado resultado final da pesquisa sobre câmaras secretas em tumba de faraó Tutancâmon

    © AFP 2018 / MOHAMED EL-SHAHED
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 72

    Os especialistas não encontraram nenhuma evidência da existência de câmeras secretas por detrás das paredes do túmulo do faraó egípcio Tutancâmon, informou o Ministério das Antiguidades do Egito em 6 de maio, citado pela Reuters.

    Uma equipe de pesquisadores da Universidade Politécnica de Turim, Itália, investigou durante meses a possível existência de uma câmera no túmulo, onde poderia estar sepultada a lendária rainha egípcia Nefertiti. Seus estudos de radar foram os mais exaustivos de todos os que anteriormente tentaram provar a teoria de Nicholas Reeves, informou a revista The National Geographic.

    Mostafa Waziri, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito, comunicou que esses estudos "mostraram que não existem câmeras ou indicação de soleiras ou batentes de porta, o que contradiz a teoria anterior, que havia indicado a existência de passagens ou câmaras adjacentes à câmara do faraó Tutancâmon".

    Em 2015, o egiptólogo Nicholas Reeves detectou, ao examinar o túmulo do faraó com um laser, o que pareciam ser duas portas inexploradas que poderiam levar a câmaras seladas. O investigador supôs que ali se escondia a câmara funerária da lendária rainha egípcia Nefertiti — que nunca foi encontrada — com todos os artefatos funerários intactos.

    No mesmo ano, após uma leitura inicial de imagens de radar, o ministério revelou que havia uma possibilidade de "90%" de que algo estivesse por trás das paredes do túmulo.

    Mais:

    Múmia 'extraterrestre' peruana: cientistas russos revelam primeiros resultados de análises
    Múmia de 3.500 anos é encontrada em tumba descoberta em 1990 no Egito (FOTOS, VÍDEO)
    Tags:
    túmulo, cientistas, pesquisa, história, Egito
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik