12:51 11 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Furacões de Júpiter

    Perigoso, mas encantador: Cores brilhantes das tempestades de Júpiter (FOTOS)

    © NASA. NASA/JPL-Caltech/SwRI/MSSS/Betsy Asher Hall/Gervasio Robles
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 40

    Durante o seu oitavo voo em volta de Júpiter, a sonda da NASA Juno capturou fotos impressionantes do gigante gasoso que deixarão você boquiaberto!

    Uma série de fotos apresentadas pela NASA mostra toda a beleza das tempestades que ocorrem em Júpiter.

    Um furacão em Júpiter, Rachel Region, fotografado pela câmera JunoCam durante seu oitavo voo
    Um furacão em Júpiter, Rachel Region, fotografado pela câmera JunoCam durante seu oitavo voo

    Quando as fotos foram tiradas, a sonda voava à distância entre 12.000 e 23.000 km das nuvens do planeta, diz o comunicado da agência espacial.

    Imagem impressionante de Júpiter tirada pela sonda Juno durante seu oitavo voo
    Imagem impressionante de Júpiter tirada pela sonda Juno durante seu oitavo voo

    A sonda Juno, batizada em homenagem à deusa da maternidade e mulher traída de Júpiter na mitologia romana, partiu para o planeta distante em agosto de 2011 e em 2016 se aproximou dele, posicionando-se em órbita estável. A Juno está em órbita de Júpiter há 14 meses.

    A cada 53 dias, a sonda espacial se aproxima do planeta, registra imagens e volta a uma distância mais segura, para se proteger da radiação intensa.

    A Juno é a segunda sonda a orbitar Júpiter. A primeira — Galileo  — foi desativada em 2003.

    A atmosfera tempestuosa de Júpiter, capturado pela câmera JunoCam durante seu oitavo voo
    A atmosfera tempestuosa de Júpiter, capturado pela câmera JunoCam durante seu oitavo voo

    As missões da sonda Juno são muito variadas, mas seu objetivo principal é saber mais sobre a atmosfera, o núcleo e os campos magnéticos e gravitacionais de Júpiter. Até agora, Juno tem tirado fotos dos polos de Júpiter, registrando fenômenos estranhos, tais como a formação de nuvens e auroras polares no planeta gasoso.

    Em fevereiro de 2018, a nave espacial deverá mergulhar em Júpiter, onde a atmosfera do planeta a irá destruir, isso será realizado para evitar a criação de lixo espacial e minimizar o risco de contaminação de uma das luas do planeta com bactérias provenientes da Terra.

    Mais:

    Origem das auroras de Júpiter surpreendeu até mesmo a NASA
    Tempestades de Júpiter agitarão sua imaginação! (FOTOS)
    Após anos de busca, cientistas encontram planeta gêmeo de Júpiter
    Depois de quase 200 anos de espera, enigma de Júpiter será revelado! (FOTO)
    NASA vai capturar imagens impressionantes da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
    Tags:
    tempestade, furacões, imagens, sonda espacial, Juno, NASA, Júpiter
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik