13:05 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Nave espacial tripulada estadunidense Orion

    Cooperação em marcha: ninguém planeja 'afundar' Estação Espacial Internacional

    © AP Photo/ Chris O'Meara
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    150

    No âmbito dos voos conjuntos de intercâmbio, cosmonautas russos poderão obter vagas na nova nave espacial pilotada estadunidense Orion, declarou o diretor de programas pilotados da corporação espacial russa Roscosmos, Sergei Krikalev.

    "As conversações estão em marcha; assim que a parte estadunidense tiver suas próprias naves tripuladas, irá considerar a possibilidade de voos de intercâmbio com tripulações conjuntas tanto em naves russas, como nas norte-americanas", comunicou Krikalev durante o Congresso Internacional de Astronáutica (IAC) 2017.

    Segundo o funcionário russo, "este poderia ser um bom seguro mútuo".

    Além disso, Krikalev acrescentou que a Rússia e os EUA desejam continuar cooperando quanto ao trabalho conjunto na Estação Espacial Internacional (EEI) dentro dos prazos previstos pelo projeto.

    "Prevemos continuar nosso trabalho conjunto nas órbitas baixas terrestres; quanto ao futuro da EEI, analisaremos diversas opções e escolheremos a mais efetiva", sublinhou.

    Ao mesmo tempo, o funcionário da Roscosmos indicou que de acordo com os planos dos EUA de "afundar" a EEI, a Rússia declarou a possibilidade de converter o setor russo em uma estação independente.

    "Se os EUA tomarem a decisão de afundar a estação, nesse caso é claro, serão tomadas algumas medidas por nossa parte, no entanto, não foi nada decidido ainda", assinalou.

    Ao contrário, Krikalev destacou que "nem os russos nem os norte-americanos têm como objetivo reduzir a cooperação". 

    Membros da expedição 53/54 à Estação Espacial Internacional (EEI): astronautas da NASA, Joseph Akaba (à esquerda), Mark Vande Hei (à direita) e o cosmonauta da Roscosmos, Aleksandr Misurkin (no centro), apertam as mãos antes do seu exame final  no Centro de Treinamento de Cosmonautas nos arredores de Moscou, 31 de agosto de 2017
    © AFP 2017/ STR / AFP
    Membros da expedição 53/54 à Estação Espacial Internacional (EEI): astronautas da NASA, Joseph Akaba (à esquerda), Mark Vande Hei (à direita) e o cosmonauta da Roscosmos, Aleksandr Misurkin (no centro), apertam as mãos antes do seu exame final no Centro de Treinamento de Cosmonautas nos arredores de Moscou, 31 de agosto de 2017

    Mais:

    Rússia está disposta a voar para espaço com EUA, se nenhum 'espertalhão' os impedir
    Suspensão da cooperação afetará tanto a NASA como a Roscosmos
    NASA e Roscosmos discutem possível missão conjunta a Vênus
    Projeto importante europeu pode fracassar pela não entrega de foguetes da Roscosmos
    Rússia envia nova equipe para a EEI
    Tags:
    cosmonautas, trabalho conjunto, vagas, cooperação espacial, nave espacial, Orion, Estação Espacial Internacional, Roscosmos, NASA, Sergei Krikalev, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik