09:52 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Eclipse solar (imagem referencial)

    Por que o próximo eclipse solar é tão importante? A NASA explica

    CC0 / Pixabay
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    81559890

    Em 21 de agosto os moradores dos EUA irão observar, pela primeira vez em 99 anos, um eclipse solar completo. O fenômeno durará mais de dois minutos. Mas o que torna esse acontecimento em um evento tão especial?

    Muitos cientistas estão esperando com impaciência o eclipse para observar os efeitos da perda súbita de radiação solar ultravioleta.

    O eclipse desconectará a fonte da ionosfera [a parte da atmosfera terrestre permanentemente ionizada devido à fotoionização provocada pela radiação solar].

    Durante o eclipse esta capa passará das condições diurnas às noturnas e vice-versa, revela o especialista da Universidade de Colorado, o astronauta Bob Marshall.

    Os cientistas da NASA consideram que esse eclipse de duração recorde é "um experimento realizado e oferecido amavelmente pela natureza".

    Segundo antes foi informado, em 21 de agosto de 2017, a agência espacial norte-americana irá lançar dois bombardeiros WB-57F para perseguirem a sombra da Lua durante o eclipse solar. Esta, por sua vez, atinge a velocidade de 4.000 quilômetros por hora.

    Espera-se que os bombardeiros modificados WB-57F permitam aos cientistas observar o eclipse durante mais um minuto e dez segundos.

    Mais:

    Anel de Fogo: Eclipse solar encanta brasileiros em domingo de carnaval
    Faltam 5 dias: onde eclipse solar iminente poderá ser observado?
    'Eclipse do século' e outros eventos astronômicos que você não pode perder em 2017
    Mini-eclipse: no Dia da Vitória Mercúrio passará pelo disco solar
    Tags:
    bombardeiros, espaço, fenômeno, Eclipse solar, NASA, EUA, Lua, Sol, Terra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik