03:39 28 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    32100
    Nos siga no

    O maior radiotelescópio do mundo conseguiu captar a superfície da estrela que se encontra na constelação de Órion, ou seja, a cerca de 600 anos-luz da Terra.

    Graças ao telescópio ALMA (Atacama Large Millimeter Array), os astrônomos conseguiram obter a imagem mais detalhada da famosa Betelgeuse, uma das estrelas mais brilhantes do céu noturno.

    "Esta é a primeira vez que a ALMA conseguiu observar a superfície de uma estrela, e esta primeira tentativa deu como resultado a imagem de Betelgeuse em mais alta resolução disponível", afirmou um dos grupos que opera o telescópio.

    A imagem revela que a temperatura na atmosfera interior da estrela não é igual. A descoberta pode ajudar a explicar como se aquecem as atmosferas deste tipo de estrelas e como é transportado seu material para o meio interestelar.

    Em termos de tamanho, Betelgeuse é enorme: 1.400 vezes maior do que nosso Sol de diâmetro e mais de um bilhão de vezes maior em termos de volume. "A estrela tem uns 8 milhões de anos", informa o Observatório Europeu, "mas já está a ponto de se tornar uma supernova".

    Mais:

    NASA revela segredo da 'cabeleira ardente' do Sol
    'Segundo Sol' é visto em céu californiano
    NASA mostra mapa da 'Estrela da Morte' (FOTO)
    Confira o que está acontecendo com estrela dos extraterrestres! (FOTO)
    Tags:
    telescópio, universo, estrelas, Sol
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar