10:15 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Логотип лаболатории  касперского

    Kaspersky: México é o país mais afetado na América Latina pelo ciberataque global

    © flickr.com/ Andrzej Cybulski
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 10

    O México foi o país mais atingido na América Latina pelo recente ataque de ransomware, informou a analista russo da empresa de TI Kaspersky Lab.

    De acordo com o Director Executivo da Europol, Rob Wainwright, pelo menos 200 mil usuários em 150 países foram afetados pelos recentes ataques cibernéticos de ransomware.

    "O México é o país número um na América Latina a ser afetado pela campanha [de ciberataques] do WansCry Wrapper… Vale a pena notar que, de acordo com os dados do Kaspersky, o México está no quinto lugar em todo o mundo pela quantidade de alvos do WannaCry no mundo", disse Dmitry Bestuzhev, diretor da equipe de pesquisa e análise da América Latina do Kaspersky Lab, citado por El Economista.

    A empresa russa Kaspersky Lab informou nesta sexta-feira que registrou cerca de 45 mil ataques de ransomware em 74 países do mundo, com o maior número de alvos localizados na Rússia. Na segunda-feira, a empresa russa confirmou os seus números.

    De acordo com o jornal Times, os hackers já receberam mais de US$ 42 mil dos usuários afetados. Ao mesmo tempo, o jornal The Guardian informou que o resgate poderia aumentar, à medida que os hackers ameaçam duplicar a soma de dinheiro que exigem.

    Mais:

    EUA: Ciberataque 'ransomware' foi provocado por 'criminosos ou governos estrangeiros'
    Qual é a escala do ciberataque que 'sequestrou' computadores pelo mundo?
    Mídia: ferramenta roubada da NSA foi usada em ciberataque global desta sexta-feira
    Grande ciberataque atinge Ministério do Interior da Rússia
    Tags:
    ciberataque, Kaspersky Lab, Dmitry Bestuzhev, México
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik