02:57 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Policiais procuram por desaparecidos em Fukushima

    Cientistas revelam como acidente nuclear de Fukushima afetou os habitantes da Terra

    © AFP 2018 / Stringer
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    560

    Cada habitante da Terra recebeu uma dose equivalente a uma radiografia em resultado do desastre nuclear de Fukushima, afirma um estudo realizado por uma equipe de pesquisadores do Instituto Norueguês de Pesquisa Aérea, citado pelo portal New Scientist.

    Os cientistas realizaram a primeira pesquisa global sobre a exposição à radiação causada pelo desastre ocorrido no Japão em março de 2011. A equipe liderada pelo investigador Nikolaos Evangeliou calculou que a exposição aproximada de toda a população mundial foi de dois isótopos radioativos de césio.

    Entretanto, os cientistas apelam a "não nos preocuparmos" com a dose radioativa recebida: para a maioria, ela constitui só 0,1 millisievert. "Mais de 80% da radiação foram canalizados para o mar e os polos, então se estima que a população mundial tenha recebido uma exposição menor", disse Evangeliou. "O que descobrimos foi que cada um recebeu [o equivalente a] uma radiografia extra".

    Além disso, o cientista também revelou o impacto do desastre sobre a vida selvagem em torno da usina nuclear. Neste contexto, Evangeliou interligou o aumento dos níveis de radiação em áreas próximas de Fukushima e o declínio da população de aves entre 2011 e 2014. "Houve também relatos de declínios em outras espécies, como insetos e mamíferos", disse ele. 

    Mais:

    Dispositivos russos combatem radiação no Japão
    Contaminação radioativa: Fukushima está livre de perigo?
    Missão para avaliar estado interno dos reatores nucleares de Fukushima é abortada
    Tags:
    usina nuclear, radiação, Japão, Fukushima
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik