12:30 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Ilha de Maurício no oceano Índico onde cientistas descobriram rochas antigas

    Ilhas Maurício poderão esconder continente mais antigo da Terra?

    © Sputnik / Aleksandr Kovalev
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1130
    Nos siga no

    Nas Ilhas Maurício geólogos descobriram reservas das rochas mais antigas do planeta Terra de 3 bilhões de anos atrás.

    Segundo artigo publicado na revista Nature Communications, debaixo da ilha se escondem os restos do continente mais antigo do nosso planeta.

    Segundo Lewis Ashwal, pesquisador da Universidade de Witwatersrand da África do Sul, "a superfície da Terra pode ser dividida em duas partes – em continentes, sedimentos mais antigos da crosta terrestre, e em oceanos, cujo fundo consiste em rochas relativamente jovens".

    De acordo com Ashwal, embora as Ilhas Maurício não possuam fragmentos de mais de 9 milhões de anos, foram encontrados cristais antigos que se formaram há três bilhões de anos. Estes cristais são pedaços do supercontinente mais antigo da Terra, concluem pesquisadores.

    Mapa do oceano Índico nos arredores do lago de Maurício
    © Foto / Ashwal et al. / Journal of Petrology (2016)
    Mapa do oceano Índico nos arredores do lago de Maurício

    Com a maioria dos geólogos acreditando com grande ceticismo que a ilha seja jovem e formada em sua maior parte por rochas marinhas, os descobridores dos fragmentos fazem novas suposições afirmando que os zircões foram arrastados para a região por ventos e erupções de vulcões na África ou por outros processos. Mas suposições não enchem barriga de ninguém, por isso os pesquisadores resolveram comprová-las. Para isso eles realizaram uma expedição às Ilhas Maurício onde recolheram centenas de amostras sedimentárias.

    Ao receber as amostras, os cientistas escolheram os fragmentos mais antigos de rochas com idade de 6-7 milhões de anos e tentaram encontrar zircões. Os resultados mostraram que os antigos cristais realmente estavam presentes nos sedimentos mais jovens da ilha numa extensão de 700 quilômetros.

    Assim, Ashwal e a sua equipe afirmam ter encontrado os restos de um "megacontinente" da Terra, onde hoje está localizado o oceano Índico, de três bilhões de anos atrás, e que se dividiu posteriormente na sequência de processos tetônicos.

    Os cientistas pensam em batizar o antigo continente de Maurício e iniciar a busca dos seus restos no fundo do oceano Índico para definir suas fronteiras e tempo de divisão.

    Mais:

    Geólogos: Lua nova e Lua cheia influenciam terremotos
    Geólogos: carbono é na realidade propriedade alienígena
    Tags:
    amostras, cristal, fragmentos, expedição, divisão, planeta, Maurício, Oceano Índico, Terra, África do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar