17:31 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Lançamento do foguete portador russo Proton-M com satélite Intelsat-22

    Defeito revelado: Lançamentos do foguete Proton-M adiados pelo controle de qualidade

    © Sputnik / Oleg Urusov
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    3100
    Nos siga no

    A corporação estatal russa Roscosmos decidiu reexaminar elementos dos portadores Proton-M devido a uma particularidade estrutural ter sido revelada não corresponder à documentação técnica.

    Durante a construção do lançador Proton-M, a empresa realizou uma soldagem que não corresponde à documentação técnica do foguete. O defeito foi revelado durante os testes regulares do aparelho, informa o serviço de imprensa da corporação Roscosmos.

    Segundo o comunicado, em dezembro de 2016 o propulsor do segundo estágio do foguete Proton-M passou com sucesso os testes necessários sem ter sido detectado nenhum defeito.

    "Entretanto, uma análise detalhada mostrou que durante a fabricação do propulsor a empresa tinha utilizado uma soldadura que não respeitou a documentação do projeto", indica o comunicado.

    Por causa do defeito revelado, a Roscosmos pretende reexaminar todos os propulsores produzidos para foguetes Proton-M. É a empresa Energomash que se ocupará dessa questão.

    "A Energomash é a nossa empresa de referência na indústria espacial, cujos produtos de alta qualidade são exportados para o estrangeiro, nomeadamente para os EUA e outros países. O rigoroso sistema de controle de qualidade que tem a Energomash deve ser aplicado a todos as empresas da indústria", acrescentou o porta-voz da corporação Igor Burenkov.

    O primeiro lançamento do foguete russo Proton-M está previsto ser realizado em fevereiro de 2017. Mas por causa do procedimento adicional de controle ele poderá ser adiado para junho de 2017.

    Mais:

    Rússia construirá nova plataforma de lançamento para foguete portador Angara em 2019
    Rússia é primeira a testar com sucesso motor de foguete ecologicamente correto
    Tags:
    defeito, propulsores, lançador, empresa, controle, foguete, teste, lançamento, Proton-M, Roscosmos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar