14:20 21 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Painel de apresentação do GLONASS

    Satélites Glonass passam a usar só componentes nacionais

    © Sputnik / Maksim Bogodvid
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    12202

    Até 2020 o sistema russo de Posicionamento Global por Satélite Glonass K-2 será construído somente com componentes de fabricação nacional.

    A informação foi divulgada pelo jornal russo Izvestiya, que especificou que isso está sendo feito para tornar este setor autosuficiente, tendo em conta as sanções econômicas introduzidas pelos países ocidentais.

    A publicação cita declarações do diretor-geral da empresa Sistemas de Satélites de Informação Acadêmico Reshetnev.

    "O trabalho respectivo de testes e construção está sendo iniciado, os Glonass K-2 terão componentes de produção nacional e a produção em série começará antes de 2020", disse Nikolai Testoyedov.

    A empresa é o principal fabricante  de satélites. O diretor concorda que desenvolver um satélite completamente russo é tarefa muito difícil, uma vez que as indústrias eletrônicas no mundo estão muito interligadas.

    Após os Estados Unidos terem proibido a exportação de certos componentes eletrônicos para a Rússia, foi tomada a decisão de mudar para componentes de produção nacional. O sistema Glonass é uma alternativa ao americano GPS, tendo atingido a cobertura de 100% do território russo em 2010 e a completa constelação de satélites em 2011.

    Mais:

    Rússia planeja lançar Glonass na Armênia, Bielorrússia, Cazaquistão e Nicarágua
    Tags:
    sanções econômicas, satélite, espaço, Glonass, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik