20:40 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Corporação russa de tecnologia nuclear 'Rosatom'

    Empresa russa será a primeira do mundo a conectar um reator nuclear de terceira geração

    © Sputnik/ Sergei Mamontov
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    7231

    A Rosatom, estatal russa de energia nuclear, vai conectar o primeiro reator da usina de Novovoronezh 2, na Rússia, nos próximos meses. Trata-se da primeira unidade da chamada Terceira Geração – caracterizada por mais longevidade, eficácia e segurança – a entrar em operação no mundo.

    O reator foi oficialmente ligado no dia 24 de março, quando foi iniciado, através de simuladores, o processo de carregamento de combustíveis. Nos dias seguintes, esse material foi, aos poucos, substituído pelo combustível de fato. O diretor de Novovoronezh, Vladimir Povatov, explica que esse é o primeiro passo para dar o início às operações, que são programadas detalhadamente.

    “Essa fase vai durar cerca de 55 dias. A próxima etapa inclui todos os testes finais pré-operacionais e, na sequência, a conexão da usina ao sistema elétrico”, antecipa.   

    O reator utilizado é o VVER-1200, que atende a todos os requisitos de segurança e proteção ao meio ambiente. A unidade já passou por mais de 20 missões especiais da Associação Internacional de Energia Atômica (AIEA) e foi reconhecida pela sua extrema segurança. Seu principal diferencial é o uso de sistemas passivos adicionais, que não necessitam da ação de operadores. O VVER-1200 é resistente a terremotos, tsunamis, furacões e até a queda de aeronaves.

    Atualmente os reatores VVER-1200 estão sendo implantados pela Rosatom na Bielorrússia, Turquia, Egito, Finlândia, Hungria e Bangladesh.

    Mais:

    Cientistas russos acham novo método de criação de ‘bateria nuclear’
    Rússia ajuda Japão a lidar com catástrofe nuclear
    Rússia e China planejam desenvolver mercado global de energia nuclear
    Presidentes da Rússia e Brasil discutem energia nuclear
    Rússia é líder mundial em desenvolvimento de tecnologias para energia nuclear do futuro
    Tags:
    energia atômica, energia nuclear, Rosatom, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik