13:18 07 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2151
    Nos siga no

    Os desenvolvedores russos da vacina contra a gripe 'Grippol Plus' acordaram uma parceria com empresas iranianas que expressaram o desejo de produzir a vacina no Irã.

    A empresa farmacêutica russa Petrovax e dois fabricantes iranianos assinaram um acordo para localizar a produção de vacina contra a gripe o 'Grippol Plus' no Irã.

    A vacina "Grippol Plus» é dada às crianças e mulheres grávidas, para prevenir a gripe e é vendida em toda a Comunidade dos Estados Independentes e em alguns países da UE, por exemplo, na Eslováquia.

    Após testes extensos no Irã, os médicos decidiram que a vacina seria um bom complemento ao seu arsenal médico, e os fabricantes de produtos farmacêuticos iranianos pediram à Petrovax o direito de produzir a vacina, disse a presidente da Petrovax, Elena Arhangelskaya à Sputnik.

    Uma reunião entre as empresas farmacêuticas russas e iranianas
    © Foto / www.petrovax.ru
    Uma reunião entre as empresas farmacêuticas russas e iranianas

    "Fizemos a primeira entrega de 'Grippol Plus' para o Irã em 2015 e recebemos uma reação positiva do Ministério da Saúde e dos médicos especialistas iranianos. Depois disso, recebemos uma oferta da empresa iraniana Sobhan Recombinant Protein (SRP) para a transferência de tecnologia de produção da vacina”.

    A presidente da empresa salientou a importância deste acordo:

    "Esta é uma nova direção estratégica para a Petrovax Pharm, e isso fortalece o nosso potencial de exportação. A importância para o Irã é óbvia — no momento não existem vacinas produzidas localmente».

    "Nós aceitámos a oferta e, de acordo com os termos do nosso acordo nos próximos três anos, haverá uma transferência gradual da tecnologia de todo o ciclo de produção da vacina", explicou Arhangelskaya.

    "Isso permite que o Irã aumente o número das pessoas vacinadas e dá a oportunidade de adicionar a vacina ao programa nacional de imunização, como é praticado em muitos países».

    Representantes da Petrovax Pharm e Sobhan Recombinant Protein
    © Foto / www.petrovax.ru
    Representantes da Petrovax Pharm e Sobhan Recombinant Protein

    Arhangelskaya disse que os especialistas iranianos da SRP vão estar em contato com os seus colegas da Petrovax durante todas as fases do processo de localização, após o qual o medicamento deve receber a aprovação do Ministério da Saúde do Irã antes de entrar no mercado.

    Ela também revelou que a Petrovax assinou mais dois acordos com SRP e outra empresa farmacêutica iraniana, segundo os quais os fabricantes iranianos vão ajudar a Petrovax a produzir os tratamentos para hepatite e artrite reumatoide.

    «A SRP irá transferir a tecnologia para produzir uma vacina contra a hepatite B na Rússia, e assim a Petrovax vai completar um processo semelhante para adquirir a tecnologia de produção", disse Arhangelskaya.

    "Outro acordo foi assinado com a CinnaGen para transferir a tecnologia de produção e licença de medicamentos destinados à artrite reumatoide. Esta empresa tem uma vasta gama de substâncias farmacêuticas e, se o nosso primeiro projeto for bem sucedido, vamos certamente expandir a nossa cooperação”, disse Elena Arhangelskaya.

    Mais:

    Brasil fecha acordo com Universidade do Texas para desenvolver vacina contra o zika
    Em 'testes de campo', vacina russa competirá com a norte-americana
    Tags:
    vacina, indústria farmacêutica, Irã, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar