21:16 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    O primeiro lançamento do foguete da classe pesada Angará-A5 teve lugar em 24 de dezembro de 2014

    Rússia prepara Federação espacial

    Serviço de imprensa do Ministério da Defesa da Rússia
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    21471
    Nos siga no

    A futura espaçonave tripulada russa já foi batizada. O nome é Federatsiya (Federação).

    A informação foi divulgada no site da construtora de foguetes espaciais Energia nesta sexta-feira (15).

    O nome da nave espacial é o resultado de um concurso lançado pela Energia, juntamente com a agora corporação estatal Roscosmos (antiga Agência Espacial da Rússia) e a Corporação Única de Construção de Foguetes. O autor do nome é Andrei Smoktin, da cidade siberiana de Kemerovo.

    A sua proposta competia com outras como Gagarin (alusão a Yury Gagarin, primeiro cosmonauta russo), Vektor, Astra, Galaktika, Zvezda, Lider.

    O comunicado da empresa acredita que o nome Federatsiya "é uma escolha perfeita para uma série de novas naves espaciais do nosso país. Porque a Rússia é uma federação que consiste de 83 unidades federativas, cada uma das quais terá a possibilidade de ter uma espaçonave que tenha o seu nome".

    Foto da Lua tomada pela estação automática soviética Zond-7 a 10.000 km da superfície lunar
    © Sputnik / RIA Novosti
    Foto da Lua tomada pela estação automática soviética Zond-7 a 10.000 km da superfície lunar

    A empresa construtora informa que a nova espaçonave, que está agora em fase de criação, será destinada ao transporte de pessoas e cargas à Lua e às estações orbitais. A espaçonave projetada será de uso múltiplo e terá 6,1 m de comprimento e pesará de 9 a 14,4 toneladas. Terá a capacidade de até 30 dias de voo autônomo ao viajar sozinha e até um ano ao voar como parte de um grupo orbital.

    Federatsiya será levada à órbita por um foguete portador Angará.

    Tags:
    Angara, Energya, Espaço, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar