03:47 24 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Museu de História Regional de Chelyabinsk expõe fragmento do meteorito que caiu na cidade em 2013.

    Cientistas russos criam modelo do meteorito de Chelyabinsk a partir de scanner 3D

    © Sputnik/ Aleksandr Kondratuk
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    193671

    Um grupo de cientistas russos apresentou suas conclusões sobre o meteoro que caiu em Chelyabinsk em 2013, bem como novas descobertas sobre um corpo celeste menos conhecido que atingiu a Rússia no ano passado.

    A Universidade Federal de Ural divulgou em seu site que os pesquisadores criaram um modelo do meteorito em Chelyabinsk. Eles usaram um scanner 3D, fornecido pelo físico Tomas Kohout, da Universidade de Helsinki, para criar a réplica.

    O meteoro atingiu a cidade russa de Chelyabinsk no dia 15 de fevereiro de 2013, danificando 7200 edifícios e ferindo, aproximadamente, 1.500 pessoas, a maioria por estilhaços de vidro. Um fragmento do corpo celeste foi mostrado ao público nesta quarta-feira (1) na comemoração do aniversário do Museu de História Regional de Chelyabinsk.

    “A análise química mostrou que o corpo celeste é um condrito tipo LL5 comum, um dos tipos de meteoritos de rocha”, disse a universidade em comunicado.

     

    Condritos LL5 são corpos metálicos modificados na sua estrutura, como resultado do aquecimento, geralmente a partir da entrada na atmosfera. O evento ganhou visibilidade a nível mundial, uma vez que foi amplamente capturado pelas câmeras de automóveis.

    Pesquisadores da Universidade Federal Ural apresentaram também o meteoro Annama, que caiu na península de Kola, perto da fronteira russo-finlandesa, em 19 de abril de 2014. Esse corpo celeste também foi encontrado em grande parte graças a estas câmeras automotivas.

    A terça-feira (30) marcou o Dia do Asteroide, comemorando os 107 anos do evento de Tunguska, considerado o maior impacto de um asteroide na história recente da Terra. A data pretende aumentar a conscientização sobre os perigos que os asteroides e meteoritos representam para os seres humanos e para encontrar novas maneiras de prevenir o seu impacto.

    Tags:
    Annama, scanner 3D, impressora 3D, modelo, impacto, asteroide, meteorito, condrito ll5, Dia do Asteroide, Museu de História Regional de Chelyabinsk, Universidade Federal de Ural, Tomas Kohout, Kola, Tunguska, Ural, Chelyabinsk, Terra, Finlândia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik