12:25 25 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 70
    Nos siga no

    Um grupo de cientistas, liderados por Andrew Glikson, da Universidade Nacional Australiana, encontrou no centro da Austrália, aquela que pode ser a maior área de impacto de um asteroide contra a Terra.

    A região indica a queda de um corpo celeste partido em dois, já que as duas crateras encontradas pelos especialistas possuem materiais idênticos. O chefe da equipe disse à rede de televisão ABC que “parecem ser duas grandes estruturas, cada uma com cerca de 200 km”.

    As crateras foram descobertas por perfuração geotérmica, pois haviam desaparecido com o tempo. Os cientistas investigam se a queda do corpo celeste está relacionada com a extinção dos dinossauros, uma vez que, segundo Andrew Glikson, “o impacto desse meteorito poderia ter causado o maior evento de extinção em massa”. Ele, porém, afirmou que não sabe quando o evento aconteceu e busca determinar o período.

    Tags:
    extinção, dinossauro, cratera, impacto, asteroide, meteorito, Andrew Glikson, Austrália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar