16:54 28 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Charges

    Quão profundo ainda dá para cavar?

    Charges
    URL curta
    280
    Nos siga no

    A dívida estatal dos EUA superou pela primeira vez na história US$ 22 trilhões, de acordo com o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos.

    Quão profundo ainda dá para cavar?

    O número exato corresponde a US$ 22,012 trilhões. Segundo o departamento norte-americano, este indicador de fevereiro de 2019 cresceu mais de US$ 90 trilhões.

    Além disso, ao longo dos últimos onze meses, a dívida estatal dos EUA aumentou 1 US$ trilhão. 

    Segundo a edição USA Today, durante o mandado de Donald Trump este indicador tem crescido mais rápido como nunca devido, principalmente, à reforma tributária, que custou ao orçamento dos EUA cerca de 1,5 US$ trilhão, bem como devido aos gastos exorbitantes com a defesa.

    Mais:

    Dívida pública brasileira pode chegar a R$ 4,3 trilhões em 2019
    Dívida externa russa registra queda de 12% no último ano
    Tags:
    dívida, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar

    Mais charges

    • Pagando dívidas à argentina
      Last update: 10:34 13.02.2020
      10:34 13.02.2020

      Pagando dívidas à argentina

      Vice-presidente argentina Cristina Kirchner declarou que a Argentina não pagaria ao Fundo Monetário Internacional "nem meio centavo" da dívida nacional até sair da recessão.

    • Dando aulas de defesa antiaérea
      Last update: 10:34 07.02.2020
      10:34 07.02.2020

      Dando aulas de defesa antiaérea

      A Defesa russa acusou Israel de utilizar novamente aeronaves civis para se defender, após seus ataques, das ações de resposta dos sistemas de defesa antiaérea da Síria.

    • Guilhotina de impeachment não deu certo
      Last update: 10:47 06.02.2020
      10:47 06.02.2020

      Guilhotina de impeachment não deu certo

      Senado absolveu Donald Trump em julgamento de impeachment, o que faz com que ele permaneça no poder.

    • Quando a corrida não resulta em nada
      Last update: 12:38 31.01.2020
      12:38 31.01.2020

      Quando a corrida não resulta em nada

      Interpol se recusou a aceitar o pedido do governo boliviano de "alerta vermelho" contra o ex-presidente Evo Morales.