05:18 18 Fevereiro 2019
Ouvir Rádio
    Charges

    Quem manda na ONU?

    Charges
    URL curta
    0 183

    O ex-relator especial da ONU, Alfred de Zayas, em entrevista à edição The Independent, afirmou que o principal motivo da catástrofe econômica na Venezuela são as sanções dos EUA.

    Quem manda na ONU?

    Segundo ele, após sua visita à Venezuela no fim de 2017, ele apresentou um relatório na organização, sugerindo que a Corte Penal Internacional investigasse se as sanções representariam crime contra a humanidade. Contudo, segundo Zayas, seu relatório foi ignorado. 

    Além disso, o ex-relator apontou que os EUA, por meio das sanções, tentam derrubar o presidente venezuelano, Nicolás Maduro. Segundo ele, os EUA "amarram braços dos países" e fazem-nos votar de forma que os favoreçam, ameaçando com consequências econômicas. 

    Mais:

    Venezuela busca 'neutralizar' EUA como a força que lidera tentativa de golpe
    Trump não descarta uso de força militar na Venezuela, diz senador
    Reino Unido trata Venezuela de forma 'cínica', diz embaixada russa em Londres
    Tags:
    sanções, Alfred de Zayas, EUA, Venezuela

    Mais charges

    • Bloco de notas e caneta são o novo bicho-papão
      Last update: 12:34 15.02.2019
      12:34 15.02.2019

      Bloco de notas e caneta são o novo bicho-papão

      O assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, escreveu no Twitter que "os que conspiram com Maduro para destruir instituições democráticas da Venezuela, vão continuar lidando com consequências".

    • Golpe vs. legitimidade
      Last update: 11:48 14.02.2019
      11:48 14.02.2019

      Golpe vs. legitimidade

      Os EUA instigam abertamente as Forças Armadas da Venezuela à rebelião, afirmou nesta quinta-feira (14), a representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova.

    • Quão profundo ainda dá para cavar?
      Last update: 14:14 13.02.2019
      14:14 13.02.2019

      Quão profundo ainda dá para cavar?

      A dívida estatal dos EUA superou pela primeira vez na história US$ 22 trilhões, de acordo com o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos.

    • Quando provas são nulas e vontade de acusar é infinita
      Last update: 10:19 12.02.2019
      10:19 12.02.2019

      Quando provas são nulas e vontade de acusar é infinita

      Os Estados Unidos não forneceram nenhuma prova da violação russa do Tratado INF, de acordo com o Ministério das Relações Exteriores da Rússia.