12:32 18 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Charges

    Piada de Trump levou 5 a 0 de resposta

    Charges
    URL curta
    6144

    O técnico da Seleção Brasileira, Tite, respondeu a uma brincadeira que fez Donald Trump durante seu encontro com o presidente da FIFA, Gianni Infantino. Ao falar com jornalistas, Trump brincou com uma repórter brasileira, referindo-se à eliminação do Brasil nas quartas da final da última Copa.

    Piada de Trump levou 5 a 0 de resposta

    ''Vocês tiveram alguns probleminhas recentemente'', ironizou Trump.

    Em resposta, Tite lembrou ao líder estadunidense que o Brasil tem cinco títulos mundiais, sugerindo que Trump se informe melhor historicamente.

    Mais:

    Trump dará golpe de misericórdia na economia dos EUA?
    Síria, bombas nucleares e OTAN: As principais alegações de livro explosivo contra Trump
    Tags:
    Copa do Mundo Rússia 2018, piada, equipe, futebol, Seleção Brasileira, Tite, Donald Trump, Brasil, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar

    Mais charges

    • Desculpa, não podemos ficar juntos
      Last update: 11:03 18.07.2019
      11:03 18.07.2019

      Desculpa, não podemos ficar juntos

      Na quarta-feira (17), Washington declarou que excluía a Turquia do programa F-35 devido aos fornecimentos de sistemas russos S-400 para Ancara.

    • Brinquedos perigosos dos EUA
      Last update: 11:29 17.07.2019
      11:29 17.07.2019

      Brinquedos perigosos dos EUA

      Relatório do comitê da Assembleia Parlamentar da OTAN revelou por descuido os lugares onde são guardadas as armas nucleares dos EUA.

    • Quando se inventam ameaças demais
      Last update: 12:39 16.07.2019
      12:39 16.07.2019

      Quando se inventam ameaças demais

      A Rússia continua se armando com mísseis "proibidos" e está se preparando para guerras na Europa, diz mídia alemã.

    • Quando já cansou de explicar sua ausência na Lua
      Last update: 11:15 15.07.2019
      11:15 15.07.2019

      Quando já cansou de explicar sua ausência na Lua

      Segundo o administrador da NASA, Jim Bridenstine, os EUA suspenderam o programa espacial lunar e não pousaram em Marte devido ao "risco político", especificando que se trata da falta de financiamento.