03:04 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Charges

    Quando guerra realmente é nas estrelas

    Charges
    URL curta
    327

    O chefe do Estado-Maior da Força Aérea dos EUA, David Goldfein, declarou que a guerra no espaço pode começar já no futuro próximo.

    Quando guerra realmente é nas estrelas

    Discursando no 34º Simpósio da Associação da Força Aérea e Exposição de Tecnologia na Flórida (EUA), ele frisou que os EUA devem alcançar supremacia no espaço e aumentar o poder de fogo, integrando inteligência e as capacidades de comunicação no ar, terra, mar, ciberespaço e espaço.

    "Acho que vamos efetuar ataques no espaço daqui alguns anos. E nós [Força Aérea dos EUA] somos um tipo de força que deve dirigir as ações de combate conjuntas neste novo território disputado. É disso que o Estado precisa", declarou Goldfein.

    Mais:

    Força Aérea dos EUA anuncia guerra no espaço
    EUA estarão prontos para possível guerra no espaço, afirma assessor de Trump
    Pentágono busca novas tecnologias para executá-las em guerras espaciais
    Tags:
    ciberespaço, terra, ar, espaço, guerra, Força Aérea dos EUA, David Goldfein
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik

    Mais charges

    • EUA sabem valor da democracia
      Last update: 14:33 15.11.2018
      14:33 15.11.2018

      EUA sabem valor da democracia

      Nas guerras com a participação dos EUA morreram 480.000 pessoas, entre elas, 244.000 eram civis, de acordo com Neta Crawford, autora de estudo realizado pela Universidade Brown.

    • Quando guerra fria americana não passa de um frescor
      Last update: 14:22 14.11.2018
      14:22 14.11.2018

      Quando guerra fria americana não passa de um frescor

      Se a China não mudar comportamento, uma guerra fria total é algo que espera o país, afirmou o vice-presidente dos EUA, Mike Pence.

    • Na OTAN, a culpa é sempre dos outros?
      Last update: 11:10 13.11.2018
      11:10 13.11.2018

      Na OTAN, a culpa é sempre dos outros?

      O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, desresponsabilizou Aliança pela operação na Líbia, justificando que esta foi iniciada por países europeus que perceberam posteriormente precisar da ajuda da organização.

    • EUA sancionam... e não podem parar
      Last update: 12:34 08.11.2018
      12:34 08.11.2018

      EUA sancionam... e não podem parar

      Ao longo dos últimos anos, Washington introduziu 62 rodadas de sanções contra Moscou, afirmou nesta quinta-feira (8) a representante oficial do Ministério das Relações Exteriores russo, Maria Zakharova.