23:25 27 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Coronavírus no Brasil no início de setembro de 2021 (7)
    61414
    Nos siga no

    Medida da agência reguladora suspende a utilização de pelo menos 25 lotes da vacina contra o novo coronavírus cujo envase foi realizado em fábricas não fiscalizadas pela Anvisa.

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou neste sábado (4) que determinou interdição cautelar de pelo menos 25 lotes da vacina CoronaVac contra a COVID-19, proibindo a distribuição e uso de doses envasadas em planta não aprovada pelo órgão, informa o portal G1.

    Na sexta-feira (3), a Anvisa foi informada pelo Instituto Butantan que o parceiro Sinovac, laboratório chinês fabricante da vacina, enviou para o Brasil, 12.113.934 doses envazadas em fábrica não inspecionada pela agência reguladora e não aprovada na Autorização de Uso Emergencial concedida à CoronaVac.

    Ainda segundo a Anvisa, o Instituto Butantan informou que outros 17 lotes, também envasados no local não inspecionado pela Anvisa, totalizando 9 milhões de doses, estão em tramitação de envio e liberação ao Brasil.

    Funcionário do laboratório do Instituto Butantan carrega um caminhão com doses da vacina CoronaVac para distribuição em São Paulo, Brasil, 16 de agosto de 2021
    © REUTERS / Carla Carniel
    Funcionário do laboratório do Instituto Butantan carrega um caminhão com doses da vacina CoronaVac para distribuição em São Paulo, Brasil, 16 de agosto de 2021

    A decisão, segundo a Anvisa, torna-se essencial com o intuito de mitigar um possível risco sanitário: "Nesses termos, a vacina envasada em local não aprovado na Autorização de Uso Emergencial configura-se em produto não regularizado junto à Anvisa".

    Tema:
    Coronavírus no Brasil no início de setembro de 2021 (7)

    Mais:

    COVID-19: 3ª dose em Portugal ainda é incerta, mas médicos são a favor para idosos e 'mais frágeis'
    Chanceler de Cuba acusa EUA de politizarem origens da COVID-19 e culparem China
    Cientistas descobrem peculiaridade comum entre COVID-19 e picada de cascavel
    CPI da Covid: motoboy diz que frequentava Ministério da Saúde e sacava até R$ 430 mil em espécie
    Tags:
    Anvisa, Brasil, COVID-19, novo coronavírus, pandemia, SARS-CoV-19, Instituto Butantan, Vacina CoronaVac
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar