01:33 24 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil em meados de maio (48)
    142
    Nos siga no

    A cidade de Botucatu, no interior do estado de São Paulo, pretende vacinar 80% de sua população em apenas um dia. A meta faz parte de estudo de eficácia da vacina AstraZeneca/Oxford contra a COVID-19.

    Conforme publicou o portal G1, o estudo proposto pelo Ministério da Saúde brasileiro tem como objetivo vacinar 80% da população do município com a primeira dose já no domingo (16). Cerca de 2,5 mil voluntários se cadastraram para ajudar na organização da imunização em massa do município.

    A ideia é utilizar a estrutura das eleições municipais de 2020, transformando os pontos de votação e locais de vacinação. As 80 mil doses necessárias para iniciar a vacinação chegaram a Botucatu na quinta-feira (13).

    A cidade de Botucatu tem uma população de 106 mil habitantes e até agora registra 203 mortes e 12.503 casos do novo coronavírus.

    Em Campinas, interior de São Paulo, o ministro da Saúde do Brasil, Marcelo Queiroga, discursa durante cerimônia de entrega de um milhão de doses da vacina da Pfizer/BioNTech contra a COVID-19, em 29 de abril de 2021
    © Folhapress / Agif / Rogerio Capela
    Em Campinas, interior de São Paulo, o ministro da Saúde do Brasil, Marcelo Queiroga, discursa durante cerimônia de entrega de um milhão de doses da vacina da Pfizer/BioNTech contra a COVID-19, em 29 de abril de 2021

    Além da adaptação dos pontos de votação, um esquema de segurança foi montado pela Guarda Municipal e pela Polícia Militar. Os policiais ficarão a postos para casos de tentativa de fraude, uma vez que o estudo busca vacinar apenas os moradores da cidade. Os universitários que vivem em Botucatu e são de outras cidades serão imunizados em uma ação específica, ainda sem data.

    Um estudo semelhante foi realizado na cidade de Serrana, também no interior de São Paulo. No caso, o objetivo era avaliar a eficácia da vacina CoronaVac. A campanha de imunização no município foi concluída pelo governo paulista em meados de abril.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil em meados de maio (48)

    Mais:

    Em ranking da Bloomberg, Brasil aparece com o pior desempenho diante da COVID-19
    Brasil deve chegar a 575 mil mortes pela COVID-19 até o fim de julho, aponta estudo dos EUA
    Mortos pela COVID-19 no Brasil passam de 430 mil
    Tags:
    São Paulo, Brasil, Sputnik V, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar