07:36 15 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Situação da COVID-19 em meados de abril no Brasil (74)
    0 20
    Nos siga no

    Nesta quarta-feira (14), o Brasil registrou 3.462 novas mortes por COVID-19, chegando a um total de 362.180 óbitos causados pela doença.

    Conforme dados do consórcio dos veículos de imprensa, com base em informações das secretarias estaduais de saúde, o Brasil chegou a uma média móvel de mortes diárias de 3.012 óbitos.

    Apesar disso, houve uma queda de 3% na média de mortes, o que aponta uma tendência de estabilidade. Esse é o quinto dia consecutivo com a média acima de 3.000 mortes. Há 84 dias o país registra média acima de 1.000.

    O país também registrou 75.998 novas infecções da doença, alcançando quase 13,7 milhões de casos confirmados. A média de casos chegou a 68.648, com queda de 7% e tendência de estabilidade.

    Hospital de campanha Pedro Dell'Antonia, em Santo André, no Brasil, lotado de pacientes com COVID-19 (7 de abril de 2021)
    © REUTERS / Amanda Perobelli
    Hospital de campanha Pedro Dell'Antonia, em Santo André, no Brasil, lotado de pacientes com COVID-19 (7 de abril de 2021)

    Atualmente, seis estados registram tendência de alta nas mortes: Amapá, Espírito Santo, Maranhão, Piauí, Paraná e Rio de Janeiro. Outras seis unidades federativas têm tendência de queda: Distrito Federal, Paraíba, Rio Grande do Norte, Roraima, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

    O Ceará não tem atualização de dados sobre a COVID-19 desde a terça-feira (13), alegando "problemas críticos".

    O Brasil é um dos países mais impactados pela pandemia no mundo, com a maior média de mortes atualmente. Em números absolutos, o total de óbitos entre brasileiros fica atrás apenas dos Estados Unidos, que somam quase 565 mil mortes, conforme dados da Universidade Johns Hopkins.

    Vacinação no Brasil

    A vacinação contra a COVID-19 no Brasil chegou a um total de 24.956.272 pessoas que receberam pelo menos a primeira dose de um imunizante contra a doença. O número representa 11,79% da população do país. Já a segunda dose foi aplicada em 8.121.842 pessoas, o equivalente a 3,84% da população.

    Conforme dados do site Our World in Data, o Brasil é um dos países que mais doses da vacina aplicou, apesar de a vacinação no país seguir abaixo da expectativa. Em números proporcionais à população, o Brasil segue distante do topo, enquanto convive com um colapso hospitalar e sanitário.

    Tema:
    Situação da COVID-19 em meados de abril no Brasil (74)

    Mais:

    Médico rejeita previsão de universidade dos EUA: 'Brasil pode evitar 600 mil óbitos pela COVID-19'
    Descontrole da COVID-19 no Brasil prejudica comércio exterior do país, afirma especialista
    COVID-19 faz expectativa de vida cair de 77 para 75 anos no Brasil, aponta estudo
    Tags:
    Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar