22:59 11 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2021 (87)
    121
    Nos siga no

    O Brasil registrou 69.662 novos casos de COVID-19 e 2.807 novas mortes causadas pela doença nesta sexta-feira (2). Com isso, o país chegou a 328.366 óbitos e a 12.912.379 de pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

    A média móvel de mortes nos últimos sete dias é de 3.006. Essa foi a segunda vez desde o início da pandemia que o Brasil registrou média móvel acima de três mil. O valor da média representa um aumento de 35% em relação ao dado de 14 dias atrás.

    Já a média móvel de casos nos últimos sete dias foi de 72.151 novos diagnósticos por dia. O número representa uma variação de -1% em relação aos casos registrados em duas semanas. As informações foram publicadas pelo consórcio de empresa, a partir de dados coletados até as 20 horas.

    ​O balanço da vacinação mostrou que 18.853.892 pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a COVID-19, o que representa 8,9% da população brasileira.

    A segunda dose já foi aplicada em 5.272.023 pessoas (2,49% da população do país) em todos os estados e no Distrito Federal.

    O Brasil passa pelo momento mais crítico da pandemia do novo coronavírus. Segundo relatório da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), 17 estados e o Distrito Federal têm ocupação de leitos superior a 90%. Destes, Amapá a Mato Grosso do Sul já estão com leitos 100% ocupados.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2021 (87)

    Mais:

    Brasil: senadores comentam pedido de ajuda internacional para combater a COVID-19
    COVID-19: Rio de Janeiro terá medidas restritivas flexibilizadas semana que vem
    Amazonas tem queda de 80% em mortes por COVID-19 após fechar comércio não-essencial
    Turista testa positivo para COVID-19, fura bloqueio e é perseguida no litoral de SP
    Tags:
    pandemia, novo coronavírus, vacinação, vacina, casos confirmados, vítimas, mortes, Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar