21:37 28 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    3213
    Nos siga no

    A Câmara dos Deputados subiu de R$ 50 mil para R$ 135,4 mil o valor destinado a reembolsos de gastos com saúde dos parlamentares. O reajuste representa um aumento de 170,8%.

    Segundo o texto assinado pelo presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), o valor anterior estava defasado, já que foi definido em 2015.

    Para justificar o reajuste, a Mesa Diretora da Câmara se baseou na VCMH (Variação de Custo Médico-Hospitalar), conhecida como "inflação médica".

    "Essa atualização corrigirá a natural defasagem monetária de um valor fixado no ano de 2015 e proporcionará maior agilidade (racionalização) no atendimento às demandas relativas ao reembolso de despesas com saúde por parte dos senhores deputados", diz o texto.

    Apesar do aumento, Lira ressaltou que o reajuste não criará ônus adicional para a Câmara.

    "A segunda vice-presidência continuará a analisar caso a caso, levando-se em conta os pareceres dos órgãos técnicos envolvidos", escreveu.
    Plenário da Câmara dos Deputados em dia de votação não presencial.
    © Foto / Cleia Viana/Divulgação/ Câmara dos Deputados
    Plenário da Câmara dos Deputados em dia de votação não presencial.

    O presidente da Câmara afirmou ainda que o novo limite contribuirá para um "descongestionamento" das reuniões da Mesa Diretora.

    Segundo Lira, agora haverá um número menor de processos sujeitos a deliberação, pois o próprio segundo vice-presidente poderá concluir mais decisões.

    Mais:

    Ministério da Defesa do Brasil anuncia troca no comando da Marinha, Aeronáutica e Exército
    Brasil: todos estados e DF estão com 'estoque crítico' para intubação, diz Ministério da Saúde
    Pacheco abre investigação sobre suposto gesto supremacista de assessor de Bolsonaro (VÍDEOS)
    Tags:
    Brasil, deputados, Arthur Lira, reembolso, gastos, Câmara dos Deputados, saúde
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar