17:36 16 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)
    192
    Nos siga no

    O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, falou sobre as medidas para tentar conter a COVID-19.

    Nesta sexta-feira (19), a Prefeitura do Rio de Janeiro publicou no Diário Oficial um decreto determinando o fechamento das praias e proibindo a permanência na areia, a prática de esportes, banho de mar, comércio e serviço, bem como ambulantes.

    Além disso, será proibida a entrada de ônibus e vans fretados na cidade, exceto de hotéis, bem como estacionar na orla. Quiosques poderão funcionar normalmente, segundo o portal G1. 

    Na segunda-feira (22), Paes anunciará a antecipação de feriados e das medidas restritivas, que fazem parte de um plano para combater a "grave situação" da COVID-19.

    O prefeito justificou as medidas devido à grave situação em que o país está vivendo, com inúmeras pessoas na UTI, e um grande número de mortes.

    Paes ressaltou que o país "vive um momento muito crítico, no qual todos estão correndo um grande risco", enfatizando que este "é o momento de ficar em casa, evitar contatos, interações, integrações e espaços públicos".

    "Ou respeitamos as vidas ou vamos viver uma situação inadmissível", afirmou Paes.

    Além das medidas restritivas que deverão ser anunciadas na segunda-feira (22), a permanência de pessoas em vias públicas das 23h00 às 05h00, eventos e festas em áreas públicas e particulares, funcionamento de boates e casas de espetáculos, exposição ou comercialização de bebidas alcoólicas em bancas de jornais e revistas permanecem proibidos.

    As atividades econômicas também deverão continuar seguindo o horário de funcionamento escalonado obrigatório.

    Aqueles que infringirem as medidas restritivas sofrerão as sanções previstas, podendo ser através de multas individuais para pessoas sem máscaras, apreensão de mercadorias e interdição do estabelecimento, além de uma multa gravíssima que pode chegar a quase R$ 57 mil.

    Tema:
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)

    Mais:

    Balas perdidas mataram 81 crianças no Rio de Janeiro entre 2007 e 2021, diz ONG
    Variante brasileira da COVID-19 é detectada no Rio de Janeiro pela 1ª vez, informa Fiocruz
    Volta de geosmina? Cedae confirma presença de substância em água do Rio de Janeiro
    Tags:
    Brasil, vírus, mortes, vacinação, vacina, COVID-19, novo coronavírus, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar