07:56 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Coronavírus no Brasil no início de março de 2021 (92)
    160
    Nos siga no

    O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira (3) que prevê a chegada de 400 mil doses da vacina russa Sputnik V ao Brasil até o fim deste mês.

    O Brasil deve receber ao todo dez milhões de doses do imunizante desenvolvido pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya com apoio do Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo).

    Segundo o Ministério da Saúde, citado pelo portal G1, a negociação está "em processo das tratativas finais" para a compra da vacina. O contrato de aquisição das doses da Sputnik V é de R$ 639,6 milhões.

    A Sputnik V ainda não foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e, portanto, ainda não pode ser aplicada de forma emergencial no Brasil.

    ​A previsão anunciada nesta quarta-feira (3) antecipa o cronograma anterior, que previa a chegada das primeiras doses da Sputnik V somente em abril.

    Além das 400 mil doses que chegarão em março, está previsto o envio de mais duas milhões de doses em abril e 7,6 milhões em maio.

    A União Química é responsável pela produção do ingrediente farmacêutico ativo (IFA) da Sputnik V. As estimativas apontam que a farmacêutica consiga produzir oito milhões de doses da Sputnik V no Brasil por mês.

    Tema:
    Coronavírus no Brasil no início de março de 2021 (92)

    Mais:

    A culpa é da imprensa, insinua Bolsonaro após Brasil bater recordes de mortes por COVID-19
    Governo Bolsonaro decide comprar vacina da Pfizer, diz revista
    EUA: aumento de mortes por COVID-19 aponta avanço de variantes, dizem autoridades
    'Economia brasileira depende muito do plano de imunização', afirma especialista
    Tags:
    COVID-19, Brasil, novo coronavírus, Sputnik V, vacina, vacinação, imunização, imunizante, Ministério da Saúde
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar