12:47 27 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    1152
    Nos siga no

    O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, decidiu nesta segunda-feira (1º) retirar o sigilo sobre uma perícia de 50 páginas de diálogos entre o ex-juiz Sergio Moro e procuradores da Lava Jato.

    A ação que tramita na Corte diz respeito a mensagens da Operação Spoofing às quais o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve acesso.

    A Operação Spoofing foi deflagrada em julho de 2019, quando foram presos os hackers suspeitos de invadir celulares do ex-juiz Sergio Moro e de integrantes da operação Lava Jato.

    A defesa de Lula busca anular os processos contra o ex-presidente, usando as mensagens como prova de que Sergio Moro atuou em conluio com os procuradores da Lava Jato.

    O então juiz federal Sergio Moro e o procurador federal e então coordenador da Lava Jato no MPF, Deltan Dallagnol, participam, em 2017, do Fórum Mãos Limpas & Lava Jato
    © Folhapress / Jorge Araújo
    O então juiz federal Sergio Moro e o procurador federal e então coordenador da Lava Jato no MPF, Deltan Dallagnol, participam, em 2017, do Fórum Mãos Limpas & Lava Jato

    Na semana passada, Lewandowski autorizou que a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenha acesso integral às mensagens da força-tarefa da Lava Jato apreendidas pela Polícia Federal.

    Os diálogos atribuídos ao ex-juiz e ex-ministro, Sergio Moro, com o coordenador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, entre outros procuradores da força-tarefa, teriam mostrado orientações de Moro na elaboração da acusação contra o ex-presidente Lula.

    Mais:

    Justiça absolve Lula e filho de acusação de lavagem de dinheiro e tráfico de influência
    OAB pede esclarecimentos e políticos criticam novo trabalho de Moro: 'Tiro no saco', diz senador
    STF deixa Lula acessar mensagens trocadas entre Moro e Deltan obtidas por hackers
    'Moro e Mandetta podem ocupar espaço dos bolsonaristas arrependidos', afirma cientista político
    Tags:
    Luiz Inácio Lula da Silva, Lula, Deltan Dallagnol, Ricardo Lewandowski, STF, Sergio Moro, Operação Lava Jato, Lava Jato
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar