03:39 25 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (75)
    0 20
    Nos siga no

    O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, decidiu declarar nesta quinta-feira (7) estado de emergência em Tóquio e em outras três prefeituras adjacentes (Chiba, Saitama e Kanagawa) para tentar combater o avanço da COVID-19 no país.

    A medida passa a entrar em vigor a partir desta sexta-feira (8) e deve durar até fevereiro. As informações foram publicadas pela agência Reuters.

    "A pandemia global tem sido mais dura do que esperávamos, mas tenho esperança de que poderemos superar isso", afirmou Suga em pronunciamento.

    A declaração do estado de emergência ocorre a menos de 200 dias dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

    "Devo pedir aos cidadãos que suportem a vida com algumas restrições", pediu o primeiro-ministro.

    As autoridades de saúde japonesas pretendem iniciar a campanha de vacinação da população em fevereiro.

    As medidas de emergência incluem a redução do funcionamento de restaurantes e bares, bem como a limitação do número de pessoas em grandes eventos.

    O governo japonês também pediu para que a população só saia de casa em caso de necessidade e que os cidadãos trabalhem mais de suas residências.

    O governo metropolitano de Tóquio disse anteriormente que as exibições da tocha olímpica na capital foram adiadas.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (75)

    Mais:

    China pede a exportadores, incluindo o Brasil, para desinfetarem carne embalada da COVID-19
    Chanceler da China expressa confiança na vitória sobre a COVID-19
    Sérvia compra 2 milhões de doses da vacina Sputnik V contra COVID-19
    Virologista revela principal ameaça da cepa nigeriana da COVID-19
    COVID-19: Brasil registra 1.266 mortes nas últimas 24h
    Em pronunciamento, Pazuello diz que vacinação contra a COVID-19 no Brasil começa em janeiro
    Tags:
    COVID-19, Japão, Tóquio, estado de emergência, novo coronavírus, pandemia, Olimpíadas de Tóquio 2020
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar