15:50 15 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Coronavírus no Brasil no início de janeiro de 2021 (57)
    123
    Nos siga no

    Brasil registrou 462 mortes pela COVID-19 nas últimas 24 horas, fazendo total de óbitos pela doença ultrapassar 195 mil, segundo boletim divulgado nesta sexta-feira (1º) pelo Ministério da Saúde.

    Até o momento, número de mortes causadas pelo coronavírus no Brasil é de 195.411.

    A entidade contabilizou ainda 24.605 novos casos da doença. Ao todo, 7.700.578 pessoas já foram infectadas no país. 

    Nos três últimos dias, o número de mortes diárias ficou acima de 1.000. 

    Na quinta-feira (31), foram registradas 1.074 mortes; na quarta-feira (30), foram 1.111 óbitos; e na terça-feira (29), 1.194 mortes. 

    O Brasil vem registrando uma alta de casos do coronavírus nas últimas semanas. Até o momento, não há registro de vacina na Anvisa e o governo não definiu a data para início da imunização. Segundo o Ministério da Saúde, a aplicação das doses deve começar entre 20 de janeiro e 10 de fevereiro. 

    Bolsonaro diz que máscaras não protegem

    Em transmissão ao vivo realizada nesta quinta-feira (31) nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro disse mais uma vez que não tomaria a vacina. Ele afirmou ainda que não é certo que as pessoas já infectadas pelo coronavírus serão vacinadas. 

    Estudos indicam que a imunidade de pessoas que já tiveram a doença pode acabar. Além disso, existem casos de reinfecção, embora raros. 

    Na live, o presidente defendeu o uso da cloroquina, disse que o isolamento social pode gerar o "caos" e menosprezou o uso das máscaras, que, segundo Bolsonaro, garantem proteção "praticamente zero". 

    Tema:
    Coronavírus no Brasil no início de janeiro de 2021 (57)

    Mais:

    Turquia revela 15 casos de infecção com cepa 'britânica' de coronavírus
    Venezuela anuncia semana de quarentena radical no início de janeiro
    Pandemia trouxe pobreza, mas crise econômica e social já existia no Brasil, aponta sociólogo
    Tags:
    Anvisa, vacina, Ministério da Saúde, Jair Bolsonaro, COVID-19, pandemia, novo coronavírus, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar