13:58 24 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil luta contra COVID-19 no final de dezembro (60)
    110
    Nos siga no

    Neste sábado (26), o Brasil registrou mais 276 mortes causadas pelo novo coronavírus, chegando a um total de 190.815 óbitos causados pela doença.

    Conforme o levantamento publicado pelo consórcio dos veículos de imprensa, com informações das secretarias estaduais de Saúde, a média móvel de mortes diárias por COVID-19 no Brasil chegou a 636, o que aponta uma tendência de estabilidade em relação aos últimos 14 dias. Esse é o terceiro dia seguido com estabilidades na média. O Brasil vivia tendência de alta desde o dia 4 de dezembro.

    Neste sábado (26) também foram registrados 16.995 diagnósticos da doença do novo coronavírus, totalizando 7.464.620 casos confirmados de COVID-19 no país desde a chegada da pandemia. Com isso, a média diária de casos chegou a 35.993, o que aponta queda de 16% em relação à média de 14 dias atrás.

    Entre as unidades federativas, nove estados tiveram alta na média de mortes: Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Acre, Amazonas, Pará, Alagoas e Sergipe.

    Pessoas andam na rua durante surto da COVID-19 em São Paulo, Brasil, 15 de dezembro de 2020
    © REUTERS / Amanda Perobelli
    Pessoas andam na rua durante surto da COVID-19 em São Paulo, Brasil, 15 de dezembro de 2020

    Outros 12 estados observaram uma tendência de estabilidade na média diária de óbitos: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Goiás, Rondônia, Bahia, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte.

    Apenas seis unidades federativas estão com tendência de queda na média de mortes neste sábado (26): Rio de Janeiro, São Paulo, Roraima, Tocantins, Ceará e Distrito Federal.

    Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, o Brasil é o segundo país em números absolutos de mortes por COVID-19, atrás apenas dos Estados Unidos. Os EUA registram quase 332 mil mortes causadas pela doença, além de 18.939.415 casos confirmados do novo coronavírus. A vacinação contra a doença no país já teve início, mas por enquanto está focada em grupos prioritários. O Brasil ainda não tem uma data de início da imunização contra a COVID-19 e também não aprovou nenhuma vacina contra a doença.

    Tema:
    Brasil luta contra COVID-19 no final de dezembro (60)

    Mais:

    Vacinação contra COVID-19 no Brasil deve ser coordenada pelo Ministério da Saúde, diz sanitarista
    Média móvel de mortes por COVID-19 no Brasil volta ao mesmo nível de 18 de setembro
    COVID-19: Brasil tem 483 mortes em 24h e soma mais de 190,5 mil óbitos na pandemia
    Tags:
    Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar