14:12 22 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)
    0 20
    Nos siga no

    O ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn, disse nesta quinta-feira (17) que todos os países-membros da União Europeia (UE) planejam iniciar vacinações contra a COVID-19 a partir do dia 27 de dezembro.

    A declaração de Spahn foi dada antes de uma reunião virtual com a chanceler alemã, Angela Merkel, e executivos da fabricante de vacinas BioNTech. As informações foram publicadas pela agência Reuters.

    "Na Alemanha começaremos, se a aprovação vier tal como planejada, em 27 de dezembro. Os outros países da UE querem poder começar em 27 de dezembro", afirmou.

    Antes de iniciar a vacinação, a Alemanha, como membro da UE, deve esperar o aval da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) para alguma candidata à vacina. A EMA deve fazer um anúncio no dia 21 de dezembro.

    Merkel disse que o governo alemão "acredita na ciência e apoia a ciência".

    "O fato de que, nesta situação global extraordinária, uma vacina mRNA como esta está chegando ao mercado tão rápido é o resultado da conquista individual maravilhosa dos pesquisadores", afirmou a chanceler.

    Na quarta-feira (16), uma autoridade de alto escalão do bloco disse que a tendência é que a UE aprove a vacina desenvolvida pela Pfizer e por sua parceira BioNTech no dia 23 de dezembro.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de dezembro (87)

    Mais:

    Anvisa confirma recebimento de dados dos testes de fase 3 de vacina da Pfizer contra COVID-19
    Sem dados de SP e AP, Brasil tem 965 mortes por COVID-19 em 24h; são quase 184 mil óbitos
    Netanyahu será o 1º israelense a tomar vacina contra a COVID-19
    Twitter diz que removerá afirmações falsas sobre vacinas contra a COVID-19 de sua plataforma
    Presidente francês Emmanuel Macron testa positivo para a COVID-19, diz Elysée
    Tags:
    pandemia, novo coronavírus, imunizante, imunização, imunidade, vacinação, vacina, Pfizer, Alemanha, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar