19:06 09 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Coronavírus no Brasil no início de dezembro (59)
    0 10
    Nos siga no

    Nesta quarta-feira (2), o Brasil registrou 669 novas mortes por COVID-19 e chegou a um total de 174.531 óbitos causados pela doença.

    Segundo os dados publicados pelo consórcio dos veículos de imprensa, com informações das secretarias estaduais de saúde, o Brasil chegou a uma média móvel de 533 mortes diárias, o que representa uma queda de 2% em relação às últimas duas semanas. Com isso, o Brasil chegou a uma tendência de estabilidade na média de mortes.

    Já em relação aos casos, o Brasil registrou um total de 48.107 novas infecções nesta quarta-feira (2), totalizando 6.436.633 casos do novo coronavírus, com uma média móvel de 38.534 casos diários, uma variação positiva de 35% - o que aponta tendência de alta no registro de casos.

    O presidente Jair Bolsonaro durante o evento Brasil vencendo a COVID-19 no Palácio do Planalto, em 24 de agosto de 2020.
    © AP Photo / Eraldo Peres
    O presidente Jair Bolsonaro durante o evento "Brasil vencendo a COVID-19" no Palácio do Planalto, em 24 de agosto de 2020.

    Os estados do Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Acre, Amazonas, Rondônia, Ceará, Pernambuco e Sergipe registraram tendência de alta na média móvel de mortes por COVID-19.

    São Paulo, Distrito Federal, Mato Grosso, Amapá, Pará, Roraima, Bahia, Maranhão, Paraíba, Piauí e Rio Grande do Norte registram tendência de estabilidade na média móvel de mortes. Já os estados que registraram queda na média mortes foram apenas cinco: Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, Tocantins e Alagoas.

    Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, o Brasil é o segundo país com mais mortes por COVID-19 no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, que têm 13.900.350 infecções pelo novo coronavírus e mais de 273 mil mortes pela doença.

    Tema:
    Coronavírus no Brasil no início de dezembro (59)

    Mais:

    Secretário-executivo da Saúde fala em 'pequeno aumento' de casos de COVID-19 no Brasil
    COVID-19: OMS diz que Brasil precisa levar aumento de casos 'muito, muito a sério'
    Número de desempregados no Brasil cresceu 35,9% em 6 meses de pandemia da COVID-19
    Tags:
    COVID-19, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar