12:18 20 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil combatendo coronavírus no fim de novembro (45)
    0 22
    Nos siga no

    A vacina contra COVID-19 que será produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em parceria com a farmacêutica AstraZeneca e a Universidade de Oxford pode chegar a 130 milhões de pessoas no Brasil até o final de 2021.

    O vice-presidente de produção e inovação em saúde da Fiocruz, Marco Krieger, disse em entrevista à Globonews que a fundação prevê a produção da vacina entre dezembro e janeiro e a disponibilização do imunizante em março, após submissão à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

    "Temos um cronograma que vai ser cumprido, a gente sempre diz que pode adiantar um pouquinho, pode atrasar um pouquinho", disse Krieger.

    A estimativa da Fiocruz é a de que a vacina da AstraZeneca deve chegar a 30 milhões de brasileiros a mais em 2021, aumentando o total de pessoas alcançadas no país até o fim do ano que vem para cerca de 130 milhões.

    "A boa notícia é que nós teremos um pouquinho a mais de doses, cerca de 30% de cidadãos a mais poderão ser vacinados", afirmou Krieger.

    A AstraZeneca anunciou nesta segunda-feira (23) que vai pedir autorização para uso emergencial no Brasil da vacina produzida em parceria com a Universidade de Oxford.

    O indicador médio de eficácia da vacina para COVID-19 da AstraZeneca saiu em 70%, inferior ao das outras três vacinas candidatas, a norte-americana da Pfizer, a russa Sputnik V e a vacina de outra empresa farmacêutica norte-americana, a Moderna.

    Tema:
    Brasil combatendo coronavírus no fim de novembro (45)

    Mais:

    Pfizer pede autorização nos EUA para uso emergencial de sua possível vacina contra a COVID-19
    Fiocruz: população negra é a que mais morre e adoece por COVID-19 no Rio de Janeiro
    Espanha iniciará amplo programa de vacinação contra COVID-19 em janeiro
    Comunicado do G20: líderes querem era pós-COVID-19 inclusiva, sustentável e equilibrada
    Ministério da Saúde do Brasil deve explicar possível descarte de milhões de testes para COVID-19
    Itália supera marca de 50 mil mortos por COVID-19
    Tags:
    povo brasileiro, brasileiros, pandemia, novo coronavírus, vacinação, vacina, Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar