23:24 20 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    2112
    Nos siga no

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), rompidos desde as eleições presidenciais de 2018, se reuniram em setembro na sede do Instituto Lula, conforme revelou o jornal O Globo nesta quinta-feira (29).

    Em encontro promovido pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT), Ciro Gomes e Lula teriam conversado durante uma tarde inteira sobre a atual situação do país diante da pandemia da COVID-19 e o governo de Jair Bolsonaro. As eleições presidenciais de 2022, no entanto, não foram abordadas durante a reunião. 

    De acordo com informações publicadas pelo jornal O Globo, Ciro Gomes também "falou de suas mágoas com o PT, enquanto Lula lembrou os ataques do ex-ministro ao partido".

    Após a divulgação da notícia sobre o encontro nesta quinta-feira (29), Ciro Gomes postou no Twitter, sem citar nomes, que se sentia "obrigado" a construir "o diálogo possível com quem for necessário".

    A reaproximação já havia sido defendida em manifestações públicas por nomes influentes do PT, como o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, e o governador do Ceará, Camilo Santana, que falaram positivamente sobre uma união entre Ciro e Lula em prol de um projeto nacional.​

    ​​A relação entre os dois políticos também ficou em voga nesta semana após o publicitário João Santana (responsável pelas campanhas presidenciais petistas de 2006, 2010 e 2014) ter dito em entrevista ao programa Roda Viva que uma chapa liderada por Ciro Gomes, tendo Lula como vice, teria maior chance de vencer as eleições presidenciais.

    A relação entre os políticos estava estremecida desde as eleições de 2018. Na ocasião, o PT rejeitou a ideia de montar uma chapa liderada por Ciro Gomes. Já no segundo turno, Ciro Gomes não apoiou o candidato petista Fernando Haddad contra Jair Bolsonaro, viajando para a Europa logo após o resultado do primeiro turno do pleito.

    Mais:

    'Melhor presidente', 'ladrão' e mais: como brasileiros felicitam Lula pelos seus 75 anos
    Lula diz que é 'plenamente possível' PT não ter candidato à presidência em 2022
    PT apresenta 'Plano de Reconstrução' e defende criação de empregos
    Tags:
    COVID-19, Bolsonaro, esquerda, eleições, PT, PDT, Instituto Lula, Lula, Ciro Gomes
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar