06:34 27 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Pandemia do coronavírus no Brasil no início de julho (50)
    1151
    Nos siga no

    Nesta segunda-feira (6), o governo do estado de São Paulo anunciou a data do início dos testes de uma vacina chinesa contra a COVID-19 no Brasil.

    O recrutamento dos nove mil voluntários que participarão dos testes terá início dentro de uma semana, na segunda-feira (13).

    Os testes terão início no dia 20 de julho deste ano, conforme publicou o portal G1.

    A terceira fase de testes para a vacina desenvolvida pela farmacêutica chinesa de biotecnologia, Sinovac, foi autorizada no sábado (4) pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

    A etapa de testes no Brasil será realizada em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo, recrutando voluntários profissionais de saúde de seis estados.

    Estátua do Cristo Redentor é iluminada com mensagem em homenagem às vítimas da COVID-19, no Rio de Janeiro, Brasil, 1º de julho de 2020
    © REUTERS / Pilar Olivares
    Estátua do Cristo Redentor é iluminada com mensagem em homenagem às vítimas da COVID-19, no Rio de Janeiro, Brasil, 1º de julho de 2020

    O acordo para os testes e produção da vacina foi anunciado no dia 11 de junho. O Butantan está adaptando uma fábrica para produzir até 100 milhões de doses da vacina, das quais o Brasil poderá ficar com 60 milhões, conforme os termos da parceria.

    A vacina chinesa, batizada de CoronaVac, é considerada uma das mais promissoras do mundo e se encontra na última fase de testes, em que serão avaliadas a eficácia e a segurança da droga. Outras três vacinas chinesas se encontram na mesma fase de testes.

    Essa não é a única parceria do tipo firmada pelo Brasil, que também ajudará na fase de testes de uma vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford. A vacina britânica foi considerada a mais promissora do mundo pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

    Tema:
    Pandemia do coronavírus no Brasil no início de julho (50)

    Mais:

    SP espera autorização federal para testar vacina chinesa, diz Doria
    Testes de vacina contra COVID-19 desenvolvida em Oxford começam em São Paulo
    Vacina chinesa contra a COVID-19 mostra resultados positivos, diz farmacêutica
    Três protótipos russos de vacina contra COVID-19 demonstram eficácia nos testes
    Vacina em fase de testes no Brasil é a mais avançada em pesquisas, diz OMS
    Anvisa autoriza testes de vacina chinesa contra a COVID-19 no Brasil
    Tags:
    COVID-19, China, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar