15:28 27 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Situação com coronavírus no Brasil no fim de junho (51)
    2388
    Nos siga no

    Neste domingo (28), manifestantes fizeram um ato simbólico contra o presidente brasileiro Jair Bolsonaro, em Brasília, em frente ao Congresso Nacional. Protestos semelhantes foram realizados em cidades europeias.

    Os manifestantes mantiveram distanciamento social e colocaram cruzes em frente ao prédio do Congresso para lembrar os mais de 57 mil mortos na pandemia do novo coronavírus no Brasil.

    Em Brasília, um ativista crava um cruz no chão simbolizando os mortos pela COVID-19 em protesto contra o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, em 28 de junho de 2020, em frente ao Congresso Nacional.
    © REUTERS / Adriano Machado
    Em Brasília, um ativista crava um cruz no chão simbolizando os mortos pela COVID-19 em protesto contra o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, em 28 de junho de 2020, em frente ao Congresso Nacional.

    A manifestação faz parte de um movimento internacional nomeado de "Stop Bolsonaro" (Pare Bolsonaro), que realizou atos em diversas cidades do mundo em protesto contra o presidente brasileiro.

    ​O movimento liderado por partidos de oposição ao governo Bolsonaro também ocorreu virtualmente através de hashtags.

    Protestos foram registrados em países como Áustria, Alemanha e Reino Unido.

    ​Atos semelhantes têm acontecido aos domingos ao longo das últimas semanas nas capitais brasileiras. Os mais recentes têm ecoado protestos contra o racismo, deflagrados no mundo inteiro após o assassinato de George Floyd, nos Estados Unidos. Os protestos também denunciam o aumento de mortes por intervenção de agentes do Estado em estados brasileiros como São Paulo e Rio de Janeiro.

    Em Brasília, uma ativista se agacha com flores nas mãos em meio a cruzes que simbolizam os mortos pela COVID-19 durante protesto contra o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, em 28 de junho de 2020, em frente ao Congresso Nacional.
    © REUTERS / Adriano Machado
    Em Brasília, uma ativista se agacha com flores nas mãos em meio a cruzes que simbolizam os mortos pela COVID-19 durante protesto contra o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, em 28 de junho de 2020, em frente ao Congresso Nacional.

    Manifestantes defendem Bolsonaro em ato paralelo

    Manifestações favoráveis ao presidente brasileiro também têm sido realizadas nas capitais brasileiras, assim como neste domingo (28), em Brasília. Os manifestantes pró-Bolsonaro levaram faixas e cartazes pedindo intervenção militar.

    Em Brasília, manifestantes favoráveis ao presidente Jair Bolsonaro participam de protesto com faixas pedindo intervenção militar, em 28 de junho de 2020.
    © REUTERS / Adriano Machado
    Em Brasília, manifestantes favoráveis ao presidente Jair Bolsonaro participam de protesto com faixas pedindo intervenção militar, em 28 de junho de 2020.

    O Brasil é hoje o segundo país do mundo com mais mortes e casos confirmados do novo coronavírus, atrás apenas dos Estados Unidos. Segundo os dados mais recentes do Ministério da Saúde, o Brasil acumula 1.313.667 casos e 57.070 mortes causadas pela COVID-19.

    Ato em Portugal

    Portugal também aderiu ao movimento. A manifestação em Lisboa se realizou na famosa praça do Rossio, ponto emblemático da cidade, e contou com o apoio de deputados portugueses de partidos de centro-esquerda. Os manifestantes ocuparam o espaço respeitando as distâncias de segurança e usando máscaras.

    "Existe hoje a necessidade de se dizer mundo afora o que se passa no Brasil. É um desgoverno com o Brasil. Não gritamos fora Bolsonaro apenas pelas mortes, mas porque é um governo nomeadamente fascista, racista, minimiza os efeitos da COVID-19 e também dá toda a guarida ao neoliberalismo. É um governo genocida", diz à Sputnik Brasil o economista Raphael Reis, membro do núcleo do Partido dos Trabalhadores (PT) em Lisboa, uma das entidades organizadoras do evento.

    • Manifestação em Lisboa, Portugal, contra o governo de Jair Bolsonaro.
      Manifestação em Lisboa, Portugal, contra o governo de Jair Bolsonaro.
      © Sputnik / Caroline Ribeiro
    • Manifestação em Lisboa, Portugal, contra o governo de Jair Bolsonaro.
      Manifestação em Lisboa, Portugal, contra o governo de Jair Bolsonaro.
      © Sputnik / Caroline Ribeiro
    • Manifestação em Lisboa, Portugal, contra o governo de Jair Bolsonaro.
      Manifestação em Lisboa, Portugal, contra o governo de Jair Bolsonaro.
      © Sputnik / Caroline Ribeiro
    • Manifestação em Lisboa, Portugal, contra o governo de Jair Bolsonaro.
      Manifestação em Lisboa, Portugal, contra o governo de Jair Bolsonaro.
      © Sputnik / Caroline Ribeiro
    • Ato ocorreu na praça do Rossio.
      Ato ocorreu na praça do Rossio.
      © Sputnik / Caroline Ribeiro
    1 / 5
    © Sputnik / Caroline Ribeiro
    Manifestação em Lisboa, Portugal, contra o governo de Jair Bolsonaro.
    Tema:
    Situação com coronavírus no Brasil no fim de junho (51)

    Mais:

    'Chegamos no limite, não tem mais conversa', diz Bolsonaro em protesto pró-golpe militar (VÍDEO)
    Bolsonaristas tentam vandalizar protesto que chamava atenção para mortes por COVID-19 no RJ (VÍDEOS)
    Em Brasília, manifestações contra e favor de Bolsonaro são realizadas (FOTOS, VÍDEO)
    Brasil registra 1.109 mortes pelo coronavírus e ultrapassa 57 mil óbitos
    Tags:
    Congresso Nacional, Brasília, Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar