18:33 15 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    5173
    Nos siga no

    O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou na manhã desta terça-feira (16) a Polícia Federal (PF) a cumprir mandados de busca e apreensão no inquérito que investiga atos antidemocráticos.

    Ao todo, são 21 mandados em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina e Maranhão. Alguns dos alvos são ligados ao presidente Jair Bolsonaro. Dentre os alvos estão o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), aliado do presidente Jair Bolsonaro, e Allan Santos, dono do canal Terça Livre, também ligado a Bolsonaro.

    Luis Felipe Belmonte, um dos financiadores e principais organizadores do Aliança, e Sérgio Lima também são alvos da Polícia Federal, conforme o portal G1.

    Sara Giromini, extremista que apoia Bolsonaro, e outras cinco pessoas foram presas nesta segunda-feira (15) durante uma operação do mesmo inquérito. Seu grupo admitiu portar armas em um acampamento de apoiadores de Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios.

    A investigação tem como principal objetivo descobrir quem estaria financiando os grupos e atos antidemocráticos.

    Mais:

    Após Witzel, governador do Pará é investigado pela PF em possível fraude durante combate à COVID-19
    Weintraub fica calado em depoimento à PF sobre fala de que botaria 'vagabundos' do STF na cadeia
    PF faz operação para investigar supostos desvios em compras de máscaras no Tocantins
    Tags:
    Jair Bolsonaro, grupos extremistas, mandado de busca e apreensão, mandados, mandado de prisão, investigação, Brasil, Polícia Federal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar