13:10 05 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    361
    Nos siga no

    O chefe da Secretaria Especial de Comunicação da Presidência (Secom), Fabio Wajngarten, está com suspeita do novo coronavírus. Ele viajou na semana passada para a Flórida com o presidente Jair Bolsonaro. 

    Segundo a coluna de Mônica Bergamo, Wajngarten fez os testes clínicos para o novo coronavírus ao voltar dos Estados Unidos. Os resultados ficariam prontos nesta quinta-feira (12). 

    Bolsonaro fez uma viagem de quatro dias para a Flórida, onde se reuniu com o presidente dos EUA, Donald Trump, no sábado (7), em Mar-a-Lago, resort do republicano perto de Miami. 

    O chefe da Secom, assim como várias outras autoridades, fizeram parte da comitiva brasileira. Wajngarten, no entanto, não teria usado o avião presidencial. 

    Brasil tem 52 casos suspeitos, 2 no DF

    Os números de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil aumentou para 52, informou nesta quarta-feira (11) o Ministério da Saúde. 

    De acordo com atualização do boletim da pasta, há 907 casos sendo investigados e 935 descartados para a doença provocada pelo vírus, a COVID-19. 

    O estado com o maior número de casos é São Paulo, 30 pacientes. Em seguida, aparecem Rio de Janeiro (13), Bahia (2), Rio Grande do Sul (2), Distrito Federal (2), Alagoas (1), Minas Gerais (1) e Espírito Santo (1).

    Na manhã de hoje a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou pandemia da enfermidade. 

    Mais:

    ONU: qualidade do ar na China melhorou devido ao coronavírus
    Rússia cancela Conferência de Segurança de Moscou em 2020 devido ao coronavírus
    Merkel alerta que 70% dos alemães podem contrair novo coronavírus
    Pandemia de novo coronavírus não tem necessariamente a ver com gravidade, diz infectologista
    Tags:
    pandemia, surto, OMS, saúde, Brasil, EUA, presidência, governo, comunicação, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar