12:39 09 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Por
    6411
    Nos siga no

    Jair Bolsonaro voltou a insinuar que foi vítima de fraude eleitoral em 2018, acrescentando ter provas, que não foram apresentadas. A declaração do presidente do Brasil está dividindo opiniões.

    Na segunda-feira (9), em um evento com bolsonaristas em Miami, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, afirmou ter provas de que foi vítima de fraude eleitoral em 2018, quando ganhou em segundo turno as eleições presidenciais contra o candidato do PT, Fernando Haddad.

    "Eu acredito que, pelas provas que tenho nas minhas mãos, que vou mostrar brevemente, eu fui eleito em primeiro turno, mas, no meu entender, houve fraude, tá? E nós temos não apenas uma palavra, nós temos comprovado e brevemente quero mostrar, porque nós precisamos aprovar no Brasil um sistema seguro de apuração de votos", declarou o presidente Bolsonaro em Miami.

    As provas não foram apresentadas durante o discurso de 30 minutos e Jair Bolsonaro decidiu não responder às perguntas de jornalistas sobre a "fraude eleitoral" após o evento, repleto de críticas contra o Congresso, a imprensa e a Justiça Eleitoral.

    A declaração de Jair Bolsonaro está sendo discutida até agora, com internautas lançando teorias e se posicionando contra e a favor do presidente do Brasil.

    Bolsonarista postou o trecho em que Bolsonaro diz ter sido vítima de fraude eleitoral em 2018.

    ​Há quem acredite que Supremo Tribunal Federal (STF) e Congresso tenham deixado Jair Bolsonaro ganhar por medo de "revolta".

    ​Outro bolsonarista se referiu à democracia como "Nhonhocracia" e afirmou que os contrários ao presidente com certeza pedirão invalidação das eleições presidenciais de 2018.

    ​A crítica do presidente Bolsonaro surgiu depois de alguns dias da constatação do TSE da assinatura de eleitores mortos na lista de apoios apresentada pelo Aliança pelo Brasil, partido que Bolsonaro tenta criar. Coincidência?

    Há quem peça impugnação da chapa vencedora das eleições presidenciais de 2018.

    ​Teria dado para fraudar com Jair Bolsonaro bem longe do segundo turno?

    ​A primeira vez que Jair Bolsonaro lançou a suspeita de que teria sido vítima de fraude eleitoral foi em outubro de 2018. Ainda candidato do PSL, Bolsonaro afirmou que só não venceu Fernando Haddad (PT) no primeiro turno por causa de fraudes nas urnas eletrônicas.

    A hashtag #FoiNoPrimeiroTurno já possui mais de 35 mil tweets, ocupando o quinto lugar dos assuntos mais comentados desta terça-feira (10) no Twitter.

    Mais:

    Bolsonaro diz que protestos do dia 15 podem perder força se Congresso abrir mão de R$ 15 bilhões
    Haddad diz que campanha de Bolsonaro contra PT é 'tentativa de fraude eleitoral'
    ‘Tem gente que acredita em saci': Toffoli rebate Bolsonaro sobre fraude nas urnas
    Tags:
    Supremo Tribunal Federal (STF), Justiça Eleitoral, Congresso, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar