14:27 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    211712
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro comentou a recente deportação de brasileiros dos EUA e afirmou que as leis devem ser respeitadas.

    Neste sábado, o presidente Jair Bolsonaro comentou a autorização do Brasil para que os EUA realizem a deportação brasileiros ilegais. Esse seria o primeiro caso do Brasil aprovar uma deportação em massa de brasileiros.

    O político conversou sobre o assunto com jornalistas em Nova Délhi, no âmbito de sua visita de Estado à Índia e alertou que não pretende evitar deportações de brasileiros.

    "O que eu falar aqui vai dar polêmica: eu acho que qualquer país, as suas leis têm que ser respeitadas. Qualquer país do mundo onde pessoas estão lá de forma clandestina é um direito daquele chefe de Estado, usando da lei, devolver esses nacionais", disse Bolsonaro, citado pelo jornal O Globo.

    O presidente aproveitou para criticar a Lei de Migração brasileira, sancionada em 2017, em substituição ao antigo Estatuto do Estrangeiro.

    "Se você for ler a nossa lei de imigração, nenhum país do mundo tem isso que nós temos lá. É uma vergonha a nossa lei de imigração. Eu fui o único a votar contra, foi simbólico, e o único a discursar contra quando ela foi elaborada e votada. Fui muito criticado pela mídia. O pessoal chega no Brasil com mais direitos do que nós. Então isso não pode acontecer. Afinal de contas, nós devemos preservar o nosso país. E se abrir as portas, como está previsto na lei de imigração, o país pode receber um fluxo de gente muito grande e com muitos direitos", declarou.

    Os EUA iniciaram a deportar brasileiros em massa em outubro, com 70 brasileiros enviados para Belo Horizonte. Neste sábado, Belo Horizonte recebeu mais um voo do governo americano, desta vez com 80 a cem brasileiros.

    Tags:
    Brasil, deportação, EUA, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar