20:00 07 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Por
    602156
    Nos siga no

    Na noite de segunda-feira (20), Sergio Moro participou do programa Roda Viva, onde ponderou "vitórias e derrotas" como ministro da Justiça. Já no Twitter, o ex-juiz está sendo chamado de "herói nacional".

    No programa Roda Viva, foram mencionados os "reveses" de Sergio Moro em seu primeiro ano como ministro da Justiça e Segurança Pública. Dentre eles entram as derrotas do pacote anticrime, a perda do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para o Banco Central e a aprovação das Leis de Abuso de Autoridade e do Juiz de Garantias, ambas criticadas pelo ministro Moro.

    Em se tratando de seu primeiro ano na chefia do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro não vê defeitos e acredita ter se tratado de "um ano de sucesso".

    "Foi um ano de sucesso para a área da Justiça e Segurança Pública, ilustrado pelo fato de que nós temos uma queda sem precedentes históricos do número dos principais crimes, como assassinatos, latrocínios, roubos [...] Todos os indicadores criminais caíram", destacou o ministro.

    Sergio Moro acredita que nem tudo ganha a atenção do público, destacando que o "trabalho executivo muitas vezes passa despercebido". O ministro adiantou que "várias deficiências estruturais estão sendo arrumadas" no Ministério da Justiça, exemplificando a arrumação com o "isolamento de lideranças criminosas, o controle de fronteiras e a absoluta liberdade da Polícia Federal nas investigações".

    Além do mais, no Roda Viva foi citada a Vaza Jato, operação do jornal The Intercept Brasil de vazamento de material comprometedor a Sergio Moro, que reforçou "nunca ter dado muita importância" aos vazamentos.

    "Sinceramente, nunca dei muita importância à Vaza Jato. Acho que é um monte de bobajarada, nunca entendi muito bem a importância para aquilo. Foi usado politicamente para tentar soltar criminosos presos, pessoas que tinham sido condenadas por corrupção, e, principalmente, enfraquecer o Ministério da Justiça e Segurança Pública. Eu tenho consciência absolutamente tranquila do que eu fiz como juiz."

    ​Em relação à Lava Jato, o ministro Moro detalhou que "houve várias condenações de pessoas que se corromperam ou que lavaram dinheiro, e teve também absolvições, pois nem tudo que foi apresentado ao Ministério Público foi sancionado pelo juiz".

    Já no Twitter, uma hashtag está circulando e ganhando peso: #MoroHeroiNacional. Já são mais de 190 mil tweets de apoio ao ministro da Justiça.

    Há quem acredite que Sergio Moro tenha se submetido a uma "sabatina jornalística" no Roda Viva.

    ​O deputado federal Alex Manente (SP-Cidadania 23) acredita que o ministro Moro "demonstrou coerência" na entrevista.

    ​Sergio Moro vice de Bolsonaro?

    ​"A mídia em grande parte ignorou os fatos", pondera internauta.

    ​Internauta compara Moro a Chuck Norris.

    Mais:

    Putin e Moro entram na lista de figuras icônicas da década do Financial Times
    MPF pede afastamento de presidente da OAB por suposta calúnia contra Moro
    Senado mantém excludente de ilicitude de fora de pacote anticrime de Moro
    Tags:
    Lava Jato, Twitter, Ministério da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar