02:19 11 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente Jair Bolsonaro em Brasília durante cúpula dos BRICS

    Bolsonaro rebate Trump, nega manipulação do câmbio e comenta 'amizade'

    ©FramePhoto/Folhapress
    Brasil
    URL curta
    17730
    Nos siga no

    Nesta quarta-feira (4), o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, rebateu acusações do presidente norte-americano, Donald Trump.

    Na segunda-feira (2), Trump acusou Brasil e Argentina de desvalorização do real e do peso, respectivamente, em relação ao dólar. A suposta manipulação cambial, segundo Trump, estaria prejudicando agricultores nos Estados Unidos. Trump também ameaçou reimpor as tarifas sobre o aço e o alumínio de Brasil e Argentina.

    "Nós não queremos aqui aumentar artificialmente, não estamos aumentando artificialmente o preço do dólar", afirmou Bolsonaro, que acrescentou que a guerra comercial entre EUA e China influencia o câmbio brasileiro, conforme publicou o G1.

    Essa não foi a primeira manifestação de Bolsonaro sobre o assunto, que chegou a afirmar que tem "canal aberto" com Trump após as declarações do presidente norte-americano.

    Já nesta quarta-feira, Bolsonaro ponderou sobre o assunto: “Eu acredito no Trump, não tenho nenhuma idolatria por ninguém, tenho uma amizade, não vou falar amizade, não frequento a casa dele nem ele a minha, mas temos um acordo, com contato bastante cordial”.

    O presidente brasileiro também preferiu não ser taxativo quanto a uma possível reimposição de tarifas pelos EUA e afirmou que nada está definido por Trump.

    "Não é porque um amigo meu falou grosso numa situação qualquer que eu já vou dar as costas para ele”, afirmou.

    Mais:

    Trump volta a impor tarifas sobre aço e alumínio de Brasil e Argentina
    Bolsonaro debocha sobre alta do dólar e diz para jornalistas ligarem para presidente do BC
    Bolsonaro diz que alta do dólar tem 'prós e contras'
    BC intervém, mas dólar sobe mais e quase chega a R$ 4,26
    Tags:
    EUA, Brasil, Argentina, Donald Trump, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar