22:23 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, na cerimônia de posse do novo procurador-geral da República, Augusto Aras, no Palácio do Planalto, Brasília, 26 de setembro de 2019

    PSL escondeu quase R$ 1 milhão em gastos da campanha de Bolsonaro, diz site

    © REUTERS / Adriano Machado
    Brasil
    URL curta
    15206
    Nos siga no

    Documentos revelados indicam que PSL teria escondido da Justiça Eleitoral pelo menos R$ 915,4 mil da campanha presidencial que elegeu Jair Bolsonaro (PSL) em 2018.

    A denúncia foi feita através de uma reportagem publicada pelo site Vortex nesta segunda-feira (21).

    Segundo a reportagem, o PSL declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que gastos com empresas que trabalharam na campanha de Bolsonaro foram gastos ordinários e não despesas eleitorais, o que é contra a lei.

    Os dados apurados pelo site Vortex indicam que os gastos da campanha podem ter sido até 37% maiores do os que foram declarados, caso confirmados os gastos. Um dos gastos não incluídos nas despesas eleitorais teria sido o de serviços de disparos de mensagens via Whatsapp, diz a reportagem.

    As denúncias vem em meio a um clima de tensão entre Bolsonaro e seu partido. Ambos têm trocado farpas a ponto do presidente da República ensaiar sua saída da legenda.

    Mais:

    WhatsApp admite envio ilegal de mensagens nas eleições brasileiras de 2018
    Bolsonaro tira Joice Hasselmann da liderança do Governo no Congresso
    Imprensa: Bolsonaro suspende indicação do filho para embaixada nos EUA
    'Pergunta para eles', diz Bolsonaro ao ser questionado se fica no PSL
    Delegado Waldir reconhece derrota e Eduardo Bolsonaro é o novo líder do PSL na Câmara
    Tags:
    Jair Bolsonaro, PSL, TSE
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar