06:39 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Manchas de óleo poluem a praia dos Artistas em Aracajú (SE)

    Petrobras recolhe mais de 133 toneladas de óleo em praias

    © Folhapress / Márcio Garcez/Folhapress
    Brasil
    URL curta
    244
    Nos siga no

    A Petrobras já recolheu até esta segunda-feira (7) 133 toneladas de resíduos contaminados pela mancha de óleo de origem ainda desconhecida que atinge diversas praias da região do Nordeste.

    Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o material oleoso é petróleo cru que, desde o dia 2 de setembro, se espalhou por nove estados nordestinos (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe).

    Logo no início do aparecimento do óleo, a Polícia Federal (PF) instaurou um inquérito para investigar a origem da substância.

    Na segunda-feira (7), o presidente Jair Bolsonaro disse que "tem um país no radar que pode ser o da origem do petróleo".

    Hoje Bolsonaro disse que o óleo pode ter sido despejado "criminosamente" em águas territoriais brasileiras.

    "É um volume que não está sendo constante. Se fosse de um navio que tivesse afundado ainda estaria saindo óleo. Parece que, criminosamente, algo foi despejado lá", disse o presidente.

    Mais:

    Já são 53 municípios atingidos por óleo no Nordeste
    Manchas de óleo interditam cada vez mais praias turísticas no Nordeste
    Temos no radar um país que pode ser o da origem de manchas de óleo, diz Bolsonaro
    Tags:
    mancha, praia, óleo, Nordeste
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar