07:54 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Corrêa, participa do quarto Diálogo Brasil-Japão

    Governo autoriza mais 57 agrotóxicos e total de liberações chega a 382 neste ano

    © Folhapress / Roberto Casimiro
    Brasil
    URL curta
    669
    Nos siga no

    O Ministério da Agricultura anunciou nesta quinta-feira (3) a autorização de mais 57 agrotóxicos, chegando ao total de 382 liberações de agrotóxicos desde o começo deste ano.

    Desde o início da série histórica em 2005, este é o maior nível de registros.

    Segundo o governo, dos 382 agrotóxicos registrados neste ano, 214 são produtos técnicos e o objetivo da aprovação é aumentar a concorrência no mercado e diminuir o preço dos defensivos.

    Outros 168 são produtos formulados, já estão prontos para serem adquiridos pelos produtores rurais.

    Do total de produtos registrados em 2019, 359 são produtos genéricos e 23 são à base de ingredientes ativos novos de origem químico ou biológica.

    Segundo o governo, o motivo da velocidade na liberação de agrotóxicos se deve a medidas de desburocratização que foram adotadas desde 2015 na fila de registros.

    O aval para um novo agrotóxico no país passa por 3 órgãos reguladores: Anvisa, Ibama e Ministério da Agricultura.

    O Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo em números absolutos. A agricultura brasileira usou 539,9 mil toneladas de pesticidas em 2017, segundo os dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama).

    Mais:

    Recorde de agrotóxicos no Brasil é risco para acordo Mercosul-UE, diz pesquisadora
    Veneno no prato: que consequências o uso abundante de agrotóxicos pode trazer para o Brasil?
    Ministra da Agricultura questiona estudos sobre uso de agrotóxicos no Brasil
    Tags:
    Joe Biden, Donald Trump, China, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar