05:35 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Incêndio atinge o Hospital Badim, Rio de Janeiro,  12 de setembro de 2019.

    Sobe para 14 o número de mortos no incêndio do hospital Badim

    © Folhapress/ Celso Pupo/Fotoarena
    Brasil
    URL curta
    0 02
    Nos siga no

    O número de mortos após o incêndio no Hospital Badim, na zona norte do Rio de Janeiro, subiu para 14 pessoas nesta terça-feira (17).

    Uma das vítimas é Áurea Martins de Oliveira, que estava internada no Hospital Samaritano, em Botafogo, na zona sul da cidade. A outra vítima tinha de 98 anos e estava internada no Hospital Israelita Albert Sabin, mas a identidade não foi divulgada.

    O Hospital Badim foi atingido por um incêndio na última quinta-feira (12) e deixou 14 pessoas mortas. No momento do incêndio, 103 pacientes estavam no hospital. Durante o processo de evacuação, camas e macas precisaram ser improvisadas no meio da rua, em frente ao hospital.

    Médicos, enfermeiros, funcionários e vizinhos se juntaram para dar apoio aos pacientes antes de serem transferidos para outros hospitais. A maior parte das vítimas fatais até o momento tinham mais de 60 anos.

    Nesta terça-feira os peritos voltaram ao Hospital Badim e levaram uma peça do gerador, apontado como o ponto onde teria se iniciado o incêndio. A peça será usada para fazer testes que reforçarão o laudo que vai apontar as causas do acidente.

    Na segunda-feira (16), mais uma morte foi confirmada: Yolandina Gaspar, de 87 anos. Ela estava internada no Hospital Badim com um problema crônico nos rins, mas a doença foi agravada porque ela inalou muita fumaça no dia do incêndio.

    Mais:

    Hospital Badim: comerciante se queixa de falta de luz e relata pânico na hora do incêndio
    Foi o pior dia da minha vida, diz dono de creche que abrigou 50 pacientes do Hospital Badim
    Hospital Badim suspeita que curto circuito em gerador causou incêndio
    Incêndio no hospital Badim: sobe para 12 o número de vítimas fatais
    Tags:
    mortos, incêndio, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar